A Ilha de Circe

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Ilha de Circe

Mensagem por Narrador em Seg Dez 24, 2012 2:41 pm

Localizada além de Squilla e Caribdis, a Ilha de Circe é facilmente identificada ao longe com uma pequena montanha no centro, de onde se estende um ajuntamento de prédios de um branco deslumbrante... Um verdadeiro paraíso tropical.
Ao desembarcar no cais o ‘viajante’ é contemplado por uma praia pontilhada de palmeiras e areia branca, além de um porto cheio de um estranho agrupamento de barcos. Mais além da praia, ao adentrar os mistérios da ilha, o viajante encontra um denso bosque recoberto por uma tênue névoa. Seus campos germinam uma mescla de folhagens tocadas pelo orvalho e pequenos caminhos entalhados de pedra foram construídos atravessando o bosque.
A trilha passa por vários lugares: desde uma cachoeira que despenca em um enorme desfiladeiro onde mais além, um rio de águas cristalinas, encantadas com propriedades curativas, repousa. Até lugares sagrados, construídos em adoração a Circe.
É também no bosque onde ficam presos, por uma barreira magica, os perigos da Ilha assim como: animais selvagens (fruto das transformações de Circe) que não se submeteram à mesma e apresenta riscos para as feiticeiras. Ou alguns monstros que por alguma proeza inexplicável conseguiram chegar até a Ilha. Hora ou outra as feiticeiras usam o bosque para treinar embora prefiram ficar aconchegadas ao Resort.
Enfim, depois de atravessar toda a extensão do bosque e mais alguns campos com as plantas mais raras e belas, por onde vagam livremente todos os tipos de animais submetidos ao poder da Feiticeira, o viajante finalmente chega à área principal da Ilha, onde fica localizado o Spa & Resort de C.C.
O lugar em suma é surpreendente, há mármore branco e água para onde quer que olhe. Com terraços na encosta da montanha e piscinas em todos os níveis, conectadas por tobogãs de água, e cascatas, e tubos pelos quais se da para nadar. Fontes asperge água no ar, tomando formas impossíveis como águias voando e cavalos galopando.
Os hospedes do Resort – apenas jovens mulheres aparentemente – descansam em espreguiçadeiras, bebendo coquetéis de frutas ou lendo revistas enquanto substâncias pegajosas de ervas secam em seus rostos e manicures de uniforme branco fazem suas unhas. Logo a frente há uma grande escadaria que leva em direção ao edifício principal, de onde pode por muitas vezes ouvir Circe recitando feitiços tão antigos que soam como canções de ninar... as letras são sempre em alguma língua mais antiga que o grego, como o minoico, e falam sobre luar, as cores da aurora e mágica.
Além das escadarias há um grande salão cuja parede da frente é toda coberta de janelas e a de trás por espelhos, dando a sensação que o salão não acaba nunca. Há também um conjunto de móveis brancos aparentemente caros, e sobre uma mesa em um canto há uma grande gaiola de arame que parece um tanto fora de lugar.
Apesar da Ilha ser deslocada do mundo há todo o tipo de tecnologia necessário para as feiticeiras e os hospedes de Circe (aqueles que não sofrem uma de suas transformações) e tudo, desde o SPA & Resort até o Palácio de Circe e os Dormitórios das Feiticeiras é banhado em luxo, assim como deveria ser a casa da “deusa” da feitiçaria.

Narrador
Mortos
Mortos

Mensagens : 141
Data de inscrição : 24/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum