Eliminando as ameaças [Rafaele Rosie Máximos]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Eliminando as ameaças [Rafaele Rosie Máximos]

Mensagem por Rafael L. Máximos em Sab Fev 08, 2014 4:52 pm

...
O Retorno
These wounds won't seem to heal
This pain is just too real

There's just too much that time cannot erase When you cried, I'd wipe away all of your tears When you'd scream, I'd fight away all of your fears And I held your hand through all of these years But you still have all of me
Já faziam seis anos desde a última vez em que precisei completar uma missão. Seis anos sem precisa matar nada, nem monstro...nem semideus. A minha vida toda foi um genocídio, desde criança demonstrei talento para o combate, o que nos dias atuais pode ser considerado completamente estranho, ainda mais para uma criança. Esse meu “talento” sempre foi usado com uma arma para o Olimpo, eles faziam inimigos, e eu, assim como os demais semideuses, tratava de me livrar de todos.

Com o tempo me tornei a arma de destruição em massa Olimpiana, um guerreiro singular. Realizei coisas impossíveis, atos que nem alguns deuses se aventuram a repetir, mas com o tempo decidi que cuidaria da minha vida sozinho, sem o Olimpo ou minha mãe, eu seria normal, pelo menos tentaria. Com esse pensamento em mente eu saí do Acampamento e construí minha família em segurança. Até agora...

Mais uma noite tranquila em Washington. Desde que os semideuses haviam enfrentado Crio e o expulsado do acampamento eu estivera longe. Saí do país em busca de uma vida comum, para que assim pudesse cuidar da minha família com a Si e a nossa pequena Melody. Os dias passaram demoradamente, os meses, os anos...enfim, enquanto estive em Londres consegui terminar minha faculdade de arquitetura. Com parte de meus planos realizados voltamos para os Estados Unidos para morar em Wasington, local onde o legado dos Máximos tivera início. A velha mansão estava sendo reformada, só nos restava morar em um Hotel.

Mas especificamente nesta noite as coisas tiveram que sair do comum e rumar na direção do improvável. Si, Mel e Jessie dormiam confortavelmente, enquanto eu trabalhava na maquete da mansão, em busca de algo que pudesse ser melhorado. Deixei minha xícara de café sobre a mesa e saí para a tomar um ar na sacada. Lá de cima consegui ver boa parte da capital, uma visão incrível, ainda mais a noite. Uma fraca brisa batia em meus rosto quando voltei meu corpo para a porta com a intenção de entrar na casa. Nessa hora consegui ouvir uma voz fraca mas fria e arrepiante. Fiquei de frente para o fantasma que ali estava, flutuando a alguns metros da sacada.

- O que houve dessa vez Mordecai? – perguntei rapidamente, há anos que o mesmo fantasma servia como um informante meu no mundo dos mortos.

- Oh mestre, descobri sobre um plano terrível contra o Olimpo – ele respondeu.

- O Olimpo não é mais problema meu – falei lhe dando as costas.

- Mas o acampamento é o estopim disso tudo – ele falou e se aproximou – Dizem que uma torre de cristal surgiu no meio da floresta, onde é quase impossível se chegar. Essa torre libera sons e luzes constantemente e no topo dela há um homem magro, assim como o senhor, ele possui uma aura escura e maligna. Seu nome é...

- William – disse enquanto apertava meus punhos – ele foi revivido. Vá e avise há Hades que ele vai reaver o seu fantasma.

- Tem mais meu senhor – ele retornou a falar – A alguns metros da torre há um feiticeiro, ele ajudou a liberar um encantamento. Alguns semideuses foram levados para a floresta e foram totalmente possuídos, eles provaram o sangue amaldiçoado do Titã e agora não são mais humanos....estão se transformando.

- Vá – falei enquanto refletia sobre aquilo – Vá que darei um jeito nisso! – voltei para dentro e caminhei até o closet, dentro dele havia um baú fechado com magia. Assim que toquei no emblema em seu exterior o baú se abriu e revelou o conteúdo. Uma mochila velha, a peguei e coloquei nas costas. Fechei meus olhos, refletindo sobre aquilo tudo, me lembre do acampamento e assim desapareci nas sombras do quarto, estava a caminho de outra batalha.

Poderes:
Nível 23 ♠ Teletransporte das sombras - Assim como sua mãe, o filho de Macária poderá chegar a qualquer lugar pelas sombras, sem fazer qualquer ruído a não ser liberando um cheiro adocicado. [Um post]
Itens:
• - Mochila Mágica - É capaz de guardar todos os seus itens, ignorando o espaço e o peso. Para pegar o item é necessário pensar nele e puxa-lo.
©R. Máximos

------------------------------------- PercyJackson -------------------------------------

Eles podem me matar, mas a superioridade moral é minha.
(Doctor Who)
avatar
Rafael L. Máximos
Filhos de Macária
Filhos de Macária

Mensagens : 1010
Data de inscrição : 24/12/2012
Idade : 20

Ficha do personagem
Level: 100
Energia:
990/990  (990/990)
HP:
999/999  (999/999)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eliminando as ameaças [Rafaele Rosie Máximos]

Mensagem por Rosie S. Máximos em Sab Fev 08, 2014 9:49 pm

Can anybody hear me? Or am I talking to myself? My mind is running empty, In this search for someone else
Eu estava no Hotel e Cassino Lótus, a procura de... alguma coisa. Eu vim determinada a achar essa coisa, mas eu não lembro o que seria. Não tinha certeza de quanto tempo passei no Hotel. Mas deitei-me em minha cama e fechei a porta com chave. Estava inquieta, incomodada. Mas tudo isso sumiu ao sentir uma presença fria no quarto. Virei-me e dei de cara com um fantasma. Sua forma distorcida não me permitia conhecê-lo, mas sua presença não incomodava tanto assim.

- Senhorita Rosie, meu nome é Mordecai. Sou servo do seu irmão, Rafael. - Levantei-me instintivamente com a pronuncia do nome de meu irmão. Agora lembrei que tinha irmãos. Rafael e John.

- Ele precisa de mim para algo? - Perguntei já segurando minha espada das Almas.

- Não. Mas eu vim lhe pedir para sair daqui... Está acontecendo uma movimentação estranha. Provavelmente um ataque. Eu avisei ao Rafael e provavelmente ele irá resolver. Vim lhe comunicar, porque achei que já era hora de você voltar... - Ele falou um pouco receoso. Mas algo me chamou atenção. Uma frase. "Já era hora de você voltar".

- O que quis dizer com "hora de você voltar?"- Perguntei me aproximando do fantasma.

- Você está presa no cassino novamente. Você comeu a flor de lótus e ficou presa no tempo, aqui no cassino. Você está presa aqui à seis anos. - Falou simplesmente.

- SEIS ANOS?! - Eu quase surtei... Presa em um cassino, procurando alguma coisa por seis anos. SEIS anos... longe de tudo e de todos... Agora me lembrava do acampamento, dos meus amigos... Malditas flores de lótus! O acampamento estava sendo atacado e eu precisava sair dali. Olhei para o fantasma - Eu... consigo sair sozinha, Mas onde está o meu irmão?

- Ele foi para o centro do ataque, a floresta. - Respondeu minha pergunta.

- Obrigado, Mordecai. Pode ir... daqui eu comando.

Com minha mente já sem o efeito da flor de lótus, conferi se estava com tudo o que eu trouxe. E de fato, tudo que eu trouxe estava comigo. Minha espada e minhas pulseiras. Forcei minha memória a lembrar do acampamento nitidamente. Visualizei o chalé de macária em minha mente e desapareci deixando apenas um rastro de energia azul. Ao abrir meus olhos, estava em pé, em frente a minha cama, no acampamento meio-sangue. Podia ouvir campistas saindo dos chalés e indo para algum lugar. Imaginei-os armados, prontos para defender mais um ataque de algum possível inimigo. Olhei meu arsenal e comecei a me preparar. Peguei minhas quatro espadas e prendi ao cinto, duas de cada lado; Minha pulseira com botões de rosa entalhadas, minha pulseira com pingente de rosa, e minha pulseira de espinhos negros. Peguei três anéis que me ajudariam e muito, um colar de diamante negro, e duas adagas. Sendo uma elétrica e outra de Gelo. Prendi as adagas ao meu cinto. Estava com uma roupa preta um pouco justa, porém flexível. Conferi tudo, e caminhei para a porta do chalé.

Eu esperava que estivessem se movimentando, mas não esperava tantos campistas saindo incansavelmente do chalé para lutar contra algo ainda misterioso. Ao menos pra mim. Não sabia de fato os detalhes...

Aproveitei-me que o chalé estava escuro, e fechei meus olhos apenas com um objetivo, a floresta e o mais perto de meu irmão. Quando cheguei, estava perto da torre de cristal instalada na floresta. Não dava para vê-la por completo, mas estava adiante de mim, depois, bem depois, de algumas árvores. Comecei a caminhar devagar sem fazer barulho, à procura de meu irmão.
Poderes:


♦ Nível 10 ♦
Jumper - Você pode se teleportar para qualquer lugar no mundo, desde que tenha uma imagem dele, tanto em fotografia quanto em memória. Ao olhar a imagem você também pode ver como se estivesse lá, deixa um rastro de energia.

Nível 23 ♠ Teletransporte das sombras - Assim como sua mãe, o filho de Macária poderá chegar a qualquer lugar pelas sombras, sem fazer qualquer ruído a não ser liberando um cheiro adocicado. [Um post]
Armas Levadas:
♠ Espada das Almas - Feita de ferro estígio, banhada no rio Estígio, e queimada no fogo do inferno. Absorve as Almas de quem você matar. A cada alma (feliz) absorvida pela espada, o usuário ganha 50 de HP, e 50 de Energia. Só pode ser manuseada pelos filhos de Macária.

♠ Espada de ferro Estígio e Prata Celestial – Com uma parteda lamina feita com prata e a outra parte com ferro estigio, esta espada faz um ataque com 20% a mais do que sua força original.[Indestrutível]

♠ Anel prateado com um fragmento de Quartzo – Absorve a Alma de quem você matar. Se for boa a alma é direcionada ao elísio, se não for boa a Alma lhe dá 30% a mais de Energia e 15% a Mais de HP e é direcionada ao julgamento.

♠ Foice da Morte - Cópia exata da foice de Tânatos, da ao usuário a habilidade de invocar almas controlar os mortos. Só pode ser usada por alguém que descende do Submundo, caso contrário absorve a alma de quem a toca. [INDESTRUTIVEL].

♠ Colar de Diamante Negro - Banhado no Rio Estige, da a Rosie uma aura negra capaz de repelir qualquer inimigo (dura 3 rodadas).

♠ Uma espada feita de Ouro Imperial capaz de criar, invocar, solidificar ou lançar luz ou fogo. Sempre afiada, quando encosta no adversário passa a ele um veneno que pode deixa-lo sonolento e um pouco mais devagar, a morte.  [By: Apolo]

♠ Τριαντάφυλλο [Rosa]: Uma armadura totalmente branca com detalhes cor-de-rosa que lembram ramos e botões de Rosa por toda a armadura. Feita de prata e ouro branco, essa armadura cobre cada parte do corpo de seu usuário. O elmo possui detalhes que lembram asas e um botão de rosa no centro, com uma única abertura onde fica a viseira. Quando utilizada por Rosie S. Máximos seu poder interior é acionado e a armadura se transforma em uma verdearia ferramenta da garota. A armadura pode adquirir uma habilidade por turno (pirocinese, hidrocinese, voo, controle gravitacional, mudar de forma...), apenas uma por rodada, podendo acumular até três habilidades por vez (por exemplo poder voar, controlar o fogo e se movimentar na velocidade do som), além de aumentar o ataque do em 30%. Se transforma em duas pulseiras de prata com botões de rosas entalhadas, das quais a armadura começa a se formar até cobrir toda a usuária. [Habilidades em Uso no momento: - ; - ; - ]{By.: Rafa}

♠ μνήμη: Anel dourado com detalhes prateados. Possui uma jóia branca que na verdade é água do rio Lete congelada. Essa jóia tem o poder de acrescentar uma memória inexistente na mente de alguém, basta que a pessoa que será enfeitiçada olhe para a pedra e o usuário poderá acrescenter a memória. Dura 10 turnos. {Inquebrável} {Apenas Rosie Pode usar}

♠ Anel Sônico: anel de prata com uma esmeralda. Pode fazer de tudo, através de estímulos ultrassonoros (como abrir portas, concertar ou arruinar aparatos eletrônicos, analisar acontecimentos e muito mais o que o Filho de Chronos/Senhor Tempo desejar, basta usar a mente). (by Chronos)

♠ Espada Primordial - Punho de prata, guarda de ouro negro, Lâmina mista de Ferro Estígio e Bronze celestial. Extremamente afiada, corta qualquer coisa com facilidade. Ao tocar o inimigo lhe absorve a vitalidade e energia, transmitindo toda para Rosie, a única que pode manusear está espada.(INDESTRUTIVEL) (By: Chronos)

# Adaga Eletrica
# Adaga de Gelo

♠ Corrente de Ferro Estígio: Pode expandir seu tamanho até os metros quando requisitado. Capaz de ser controlada pela mente do usuário. Quando algo é enrolado por essa corrente não pode ser solta a menos que o dono faça isso. Vira uma pulseira com um pingente de rosa.[Indestrutível]

♠ Jogo de facas: São facas de lâminas negras feitas de ferro estígio. No total são dez medindo vinte centímetros em uma forma triangular, quando arremessadas voltam ao seu lugar de origem( Vira uma pulseira com espinhos negros, cada espinho retirado vira uma faca.).( By Hades).
tags; alguém. place; lugar. vestindo: link. com: um ser. em: um lugar.
credits ‹›


------------------------------------- PercyJackson -------------------------------------

Rosie Máximos

Instrutora | Lady do Tempo | Filha de Macária | Irmã do Rafa | Monitora do Chalé | Titânia do Submundo | Família ♥ | Alone

..... You are my prey.

—credits.
avatar
Rosie S. Máximos
Monitores
Monitores

Mensagens : 153
Data de inscrição : 05/01/2013
Idade : 20

Ficha do personagem
Level: 93
Energia:
970/1020  (970/1020)
HP:
950/1020  (950/1020)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eliminando as ameaças [Rafaele Rosie Máximos]

Mensagem por Rafael L. Máximos em Sab Fev 08, 2014 10:44 pm

...
O Retorno
These wounds won't seem to heal
This pain is just too real

There's just too much that time cannot erase When you cried, I'd wipe away all of your tears When you'd scream, I'd fight away all of your fears And I held your hand through all of these years But you still have all of me
Act 1
Surgi em meio a algumas árvores, não senti a presença de nada ameaçador por perto. Quando me dei conta algo brilhou ao longe, um flash seguido de um badalar. Olhei na direção da poderosa torre, uma construção incrível por sinal. Mesmo maravilhado com aquilo me concentrei no principal, achar os semideuses possuídos, provavelmente deveriam estar ao leste.

Elevei minha mão direita e concentrei-me no ambiente ao redor, depois em uma área mais ampla. Minha visão mudou, eu conseguia ver as coisas do alto, sempre mudando de ângulo e lugar, como se fosse um sistema de vigilância. Encontrei uma iluminação ao longe, mudei minha visão para o local exato. O que eu vi era realmente um problema, os semideuses estavam todos enfileirados e organizados em grupos com diferentes grupos, mais de perto pude ver a mudança em seus olhos, todos tinham a mesma cor, o vermelho sangue.

Desfiz a habilidade, voltando a ver normalmente. A ameaça era maior do que eu esperava, aquilo seria uma invasão interna e com certeza um massacre. Coloquei minha mochila no chão e a abri. De dentro comecei a retirar algumas coisas, como por exemplo minha Espada Solar (no lado esquerdo do cinto), minha armadura tão pouco usada, Mórtus (no lado direito do cinto), minha espada-lança de guerra (presa ao meu braço na sua forma de braçadeira), um par de facas feitas com as garras de cães infernais (presas na parte de trás do cinto), minha foice-espada (presa nas costas da armadura sob a forma de espada) e por último meu escudo Elísio (nas costas, sobre a espada). O incrível foi não sentir o peso do equipamento, eu utilizava quilos de metal mas nada parecia ter sido acrescentado.

Act 2
Peguei a mochila e a coloquei sobre o ombro esquerdo enquanto andava para a parte mais densa da floresta, onde estavam os semideuses enfeitiçados. Eu precisava saber do que eram capazes, e digamos que meus meios de pesquisa são um tanto que diferentes. Minha mente assim como a de todo o Senhor do Tempo era como um servidor, tudo o que eu precisaria saber já estava lá, só precisava saber como dominar tal aptidão. Pensei no que o fantasma havia falado. Os semideuses haviam bebido o sangue de Jápeto, ou seja, isso poderia designar um ritual ou o sangue do Titã poderia ter alguma propriedade que lhes beneficiasse. Porém eles não fizeram isso por querer, todos podem ter sido hipnotizados ou controlados de outra forma. Minha cabeça formigou, o raciocínio não pode mais acompanhar, mas quando me dei conta estava com todas as informações em mente.

O sangue do titã mudaria tanto seu físico quanto mente, uma reprogramação total de tudo o que já foram um dia. Em outras palavras, deixariam de serem simples semideuses para se tornarem armas de assassinato em massa. Apressei meu passo, não poderia deixar que fossem para o acampamento, jamais. Coloquei a mão direita sobre o cabo da espada que estava nas minhas costas e rapidamente a puxei da bainha. A lâmina brilhou assim que as luzes da lua se projetaram sobre ela. Era a hora de terminar com aquilo logo.

Act 3
Após alguns minutos consegui avistar os primeiros semideuses. Era como eu suspeitava, estavam divididos em grupos, provavelmente definidos pelo progenitor. A dupla a alguns metros de mim era de filhos de Zeus, digo isso por reconhecer a aura ao redor deles. Depois de anos convivendo com semideuses era de se esperar que esse tipo de habilidade fosse desenvolvida. Havia deixado minha mochila em uns arbustos a alguns metros de onde estava parado. Encostado em um árvore, olhava para os “semideuses” por sobre os ombros, em meio as sombras, onde não seria avistado com facilidade.

As espada ainda pendia em minha mão direita. Fiquei olhando para meus futuros adversários enquanto planejava a melhor forma de me aproximar e mata-los rapidamente. De nenhuma forma poderia chamar atenção, não desejava ter que enfrentar todos de uma só vez. Um garoto e uma garota, ambos armados. O menino tinha um conjunto de quatro garras em cada mão, já a garota carregava uma espada. Ambos tinham mochilas em suas costas, o que só poderia significar que seu “sequestrador” estava planejando tirá-los do acampamento, porém, não teria sucesso algum.

Isso tudo me fazia lembrar de quando era apenas um garoto de 13 anos, quando começara a me destacar como semideus e conseguira a entrada nos Ceifadores de Tânatos. As missões de assassinato eram realmente assustadoras no começo, mas com o tempo eu aprendi que aquilo era apenas uma etapa do ciclo vital de cada ser, a Morte. Não havia por que temer aquilo.

- É agora – sai das sombras e rapidamente me aproximei de ambos os semideuses. Meu braço se ergueu em um ângulo que propiciava em muito o golpe. A espada ficou com a ponta na direção dos semideuses, a cada passo me coração batia mais rápido. Desferi o golpe no garoto (a direita), seria o seu fim, seu pescoço era o alvo. Rapidamente o garoto se moveu, dando um giro e bloqueando meu golpe com suas garras, fora impressionante. A garota também se virou e moveu a espada em uma tentativa de me acertar com uma estocada. Não demorei nada para puxar Solarium, a deixando em parte na bainha, ou seja, utilizando minha cintura como apoio para segurar o golpe.

Brevemente tive um deslumbre de seus olhos, o que eu vi não era comum. Suas pupilas estavam amarelas com as bordas negras, era algo realmente surpreendente. Com a perna direita chutei o garoto, com a espada recém liberta das garras do semideus ataquei a garota, a obrigando a se afastar. Seus reflexos deveriam ter sido alterados pelo sangue de Jápeto, assim como outros atributos físicos. Retirei Solarium totalmente da bainha a girei, ficando em posição de combate. Os garotos não atacaram de volta como esperado, apenas fizeram o mesmo que eu, esperaram minha investida assim como esperei a deles.

O que poderia ser aquilo? Que tipo de comportamento era aquele? Pareciam estar “programados” para não reagir de forma agressiva. Bom, independente disso, precisava me livrar deles, assim como seria interessante ganhar algumas habilidades novas com essas batalhas. Deixei um sorriso fraco escapar e avancei novamente na direção do garoto, ele fez o mesmo. Golpeei com o lado direito primeiro, sendo bloqueado em seguida pelas garras do garoto, tentei uma estocada com a outra arma, mas novamente fui frustrado. Girei 360° para a direita e tentei um golpe com ambas as espadas, suas habilidades foram mostradas mais uma vez ao defender o ataque.

A garota reagiu e veio dar suporte ao seu irmão. Me afastei um passo e voltei minha atenção para ela. Reagi inconscientemente, fazendo com que uma cúpula de ar atingisse os dois, os arremessando contra as árvores. Com o mesmo domínio do ar eu avancei na direção da garota, rapidamente movimentei as espadas. As lâminas foram na direção do abdômen da semideusa, atravessando-a completamente e cravando-se na árvore. A garota cuspiu o sangue que lhe subiu pela garganta, sujando minha armadura. Soltei as espadas e me afastei alguns passos. Por um segundo eu hesitei, me senti arrependido por meus atos. Ainda pasmo, não percebi que o garoto vinha, agora parecendo realmente furioso. Na última hora consegui sacar minha espada restante e com um rápido jogo de corpo saí da frente do golpe, contra-atacando em seguida com um corte na garganta.

O semideus foi ao chão instantaneamente, a espada ficou atravessada em seu pescoço, como era de se esperar. Estiquei minhas mãos na direção dos corpos, uma linha se formou entre mim e os semideuses, pelas quais as almas de ambos foram até mim. Sim, eu estava tomando suas almas. Assim que o processo de absorção se cumpriu me sentei na grama, isso sempre me cansava.

Act 4
Após tirar as espadas dos corpos dos semideuses e as recolocar nas devidas bainhas segui em frente. Se eu estivesse certo não precisaria ais enfrentar nenhum filho de Zeus. Naquela hora eu já estava torcendo para que ninguém do chalé de Macária tivesse sido levado. Não precisei de muito para me deparar com mais deles.

Estavam perto do lago, cinco garotos ao todo. Saquei a espada das costas e me escondi atrás de uma árvore. Olhei para o lago e depois para os semideuses, talvez eu precisasse de uma distração. O ar se transformou em vapor, rapidamente sai de trás de uma árvore e golpeei o mais próximo, atravessando seu peito. Girei, tirando a espada do peito do semideus, nesse meio tempo a arma tomou a forma de uma enorme foice, a qual fiz acertar o peito de outro garoto, que imediatamente foi ao chão. Segurei a arma com ambas as mãos, os semideuses sacaram suas espadas e avançaram furiosamente, seus olhos tinham aspectos semelhantes aos dos filhos de Zeus.

Acertei o cabo da foice no rosto de um dos garoto, me abaixei e rolei para o lado, assim que voltei a levantar acertei o joelho de outro semideus com a ponta da lâmina, o derrubando rapidamente. Sangue espirrou para todo o lado. Puxei a foice e usei o seu impulso para conseguir manejá-la acima de minha cabeça. Desci a arma horizontalmente atingindo as costelas do garoto restante com as costas da lâmina. Voltei para a posição de combate segurando a arma com ambas as mãos. Todos estavam no chão, mas isso não durou muito tempo. Os três ainda vivos estavam se recompondo, mesmo o que havia tido seu joelho quase partido com a foice.

Girei a foice enquanto os “semideuses” se levantavam. A água do lago começou a subir, formando um tipo de onda gigantesca. Então era isso o que eu enfrentava, filhos de Poseidon. A onda veio sobre mim, parei de girar a foice e estendo minha mão esquerda para a mesma. As águas pararam logo acima dos semideuses, sorri de canto e fechei meu punho, fazendo a “onda” envolver os garotos. Dispersei a água e avancei para cima dos rapazes com toda a minha velocidade. Golpeei o mais próximo com um arco vertical na direção de seu estômago, fazendo-lhe um corte profundo do abdômen até a garganta. Outro se aproximou com a espada, defendi seu golpe e lhe bati na cabeça com o cabo da foice, dei um passo atrás quanto girava a arma e lhe acertei a ponta da lâmina no pescoço. O semideus despencou rapidamente, sem vida. Falta apenas um, o garoto manejou a espada na tentativa de atingir minhas costas, consegui me abaixar e então girar 360° horizontalmente, atingindo suas pernas e o derrubando. Rapidamente me levantei e com um único golpe acertei seu peito, o matando.

Me levantei, ofegante. Olhei ao redor e avistei o massacre que aquilo havia virado. Sem demoras, diversas linhas brancas saíram do meu corpo para se prender ao dos mortos, suas almas estavam indo para o mundo espiritual, mas antes tratei de captura-las. Assim que terminei me sentei no chão, totalmente exausto com a batalha. Como era possível? A anos eu treinava para enfrentar monstros muito mais poderosos mas esses simples garotos me deram muito mais trabalho do que o esperado. Fui até o cara que estava com a minha foice cravada no peito e me ajoelhei ao seu lado, decidi averiguar que tipos de mudanças físicas o sangue de Jápeto estava causando.

Seus olhos eram negros com bordas amareladas, seus rostos estavam pálidos e sua pele muito quente, as veias apareciam nos braços e na cabeça. Era muito estranho, realmente, mas não deixava de ser fascinante. Arranquei a foice se seu peito e caminhei para o lago, precisava me refrescar e limpar aquele sangue todo.

Act 5
Assim que me livrei do sangue segui em frente. Mentalmente torci para encontrar todos juntos, assim poderia usar um pouco mais de “velocidade” na missão. Senti um pequeno incomodo no pescoço e nos olhos, provavelmente devido à batalha anterior. Com a foice em mãos adentrei uma das várias clareiras que haviam na floresta, de onde eu conseguia ver a lua cheia com perfeição. Algo se moveu bruscamente, parei por um instante, consegui as vibrações que vinham de todas as direções, e não eram poucas.

“Já me acharam” pensei. Dei um passo atrás, ficando no centro da clareira, as vibrações eram rápidas e constantes, estavam ao meu redor. Incrível como haviam me detectado, pelo menos meu desejo havia sido realizado, estavam todos ali. Minha arma transformou-se em uma espada, a qual recoloquei na bainha que ficava no meio das minhas costas. Me ajoelhei sobre a perna direita, concentrei minha força e a usei para criar impulso suficiente para saltar o mais alto possível. O chão foi rompido e diversas faixas negras saíram do mesmo, eram centenas de tentáculos feitos com manipulação das sombras. Imediatamente coloquei a mão sobre o cabo de solário e a puxei, deixando parte da lâmina exposta. Assim que apertei a arma seu brilho aumentou e dissolveu os tentáculos.

Voltei para o chão, como era de se esperar após um salto daqueles. Caí na cratera que havia se formado onde antes era uma clareira. Quantos semideuses estavam naquela floresta? Nyx, Érebo e Hades, os filhos deles deveriam ter feito aquilo, pois era forte demais para apenas um grupo distinto de semideuses. Senti novamente as vibrações, algumas estavam mais próximas, era a hora do combate. Puxei Solarium e Mortus da bainha instintivamente, girei para a direita e levantei as armas, bloqueando duas espadas. Olhei para meus adversários, Thiago e Allan, filhos de Chronos, já os havia visto antes. Os empurrei simultaneamente e golpeei Allan com as duas lâminas.

O semideus saiu do raio de alcance, mas não desisti, me lancei sobre o garoto com toda a minha velocidade. Nossos olhos se encontraram, foi o momento perfeito para deixa-lo paralisado. Os golpes fizeram cortes paralelos em seu peito, o derrubando imediatamente. Girei e ataquei seu irmão, da mesma forma o deixei caído. As rochas começaram a levantar lentamente, tentariam eles me soterrar naquela cratera?

Saltei para fora facilmente, só para me deparar com vários semideuses entre as árvores. Com certeza todos os infectados por Jápeto estavam ali, era a minha única chance. Embainhei as espadas rapidamente, flechas voaram rapidamente na minha direção, dezenas delas, não, centenas. Uma esfera de energia me envolveu por completo e desintegrou os projéteis assim que entraram em contato. Os filhos de Eros estavam envolvidos nisso, era óbvio que praticamente quase todos os primordiais tinham perdido seus filhos para o Titã.

Reuni energia primordial por dentro da cúpula e quando desfiz o escudo uma segunda esfera, desta vez dourada, me envolvia. Comecei a levitar, sem desfazer o “invólucro” de energia. Assim que atingi o ponto máximo com relação a altura fiz a superfície externa da esfera mudar de formato, revelando centenas de pontas por toda a sua extensão.

- Morram, malditos – fechei os braços e tornei a abri-los rapidamente. A esfera se desfez, as estacas de energia foram disparadas para todo o lado, atingindo tudo e todos os que estavam próximos. A energia primordial seria suficiente para perfurar suas armaduras e mata-los. Ainda levitando analisei o resultado do meu plano, diversas linhas brancas voaram na direção dos corpos enquanto ainda existiam, se prendendo a cada um. Suas almas percorriam as linhas até o meu corpo, onde entravam initerruptamente. Sensações diversas percorriam o meu corpo, eram muitas personalidades diferentes, muitas vidas, muitos segredos. Minha cabeça doía, meu cérebro processava tudo o que surgia, mas de uma forma descontrolada.

Voltei ao chão logo com ambas as mãos pressionando a minha cabeça. Senti o ritmo dos meus batimentos aumentar, minha respiração pesar. Me ajoelhei sobre a grama e apoiei-me em uma árvore. Levaria algum tempo, mas eu conseguiria dominar cada uma daquelas almas.

De repente a dor parou, respirei aliviado e agradeci mentalmente a minha mãe. Levantei vagarosamente e com dificuldade, o desgaste fora tanto que cada fibra do meu corpo parecia doer. Olhei mais uma vez para o que restara dos semideuses, lamentei ter precisado fazer isso, mas agora o que me interessava era achar Jápeto e mata-lo. Olhei para a torre erguida ao longe, com suas luzes e sons estranhos, ele não estava lá, não senti nada parecido com o poder de um Titã. Antes de pensar no que fazer senti algo acertando meu rosto, algo realmente forte. Caí facilmente diante o ataque surpresa.

Zonzo olhei para o lado, havia uma flecha caída cuja ponta havia sido completamente amassada, dei muita sorte por possuir a maldição de Aquiles. Me levantei e fiquei atrás da árvore, como era possível? Eu nem sequer senti a vibração da flecha se aproximando. Meu relógio virou um escudo de bronze circulado por bastões do mesmo matéria, peguei um deles e o objeto logo ficou do tamanho de uma lança.

Controlei minha respiração, precisava manter o foco! Provavelmente fora algum sobrevivente, alguém capaz de bloquear ou desviar meu ataque com energia primordial. Espiei de esguelha o outro lado da cratera e rapidamente voltei para trás da árvore, uma flecha passou voando ao meu lado, certamente visava minha cabeça. Pelo menos descobri quem era, mesmo com o pouco tempo que tive disponível. Gwen Tommien, simplesmente uma das melhores arqueiras que eu já havia visto, filha de Eros e ex-membro dos Senhores do Tempo. Precisava de um meio eficiente para distraí-la sem meus poderes.

Respirei fundo e comecei a correr por entre as árvores para dar a volta na cratera, parando ocasionalmente atrás de uma árvore para recuperar o fôlego. A garota parecia estar completamente munida de flechas, meus poderes estavam retornando devagar, não daria para fazer muita coisa em tão pouco tempo, mas prolongar aquilo era arriscado. Segurei a lança com firmeza, precisava pôr um fim naquela carnificina.

- Archi Omíchli – sussurrei. Saí de trás da árvore, me preparei e arremessei a lança que envolta por minha magia era invisível aos olhos da semideusa. O projétil perfurou seu peito com facilidade, cravando-se no chão logo em seguida. Seu corpo ficou estático em uma posição estranha, como se estivesse caindo, mas parada no tempo. Seus braços balançavam já quase sem vida, de sua boca vertia sangue e do ferimento o mesmo jorrava.

Caminhei até a garota que um dia fora minha amiga, por dentro eu senta uma dor aguda por ter que ir tão longe pelo acampamento. Conforme eu chegava mais perto uma linha ligava nós dois e então conduzia sua alma até meu corpo, onde poderia repousar. Assim que parei ao seu lado ela já estava morta, seus olhos pareciam ter abandonado a cor amarela que o sangue do Titã a havia feito adquirir.

Antes de mais nada senti algo segurar meu pé. Sem poder reagir, fui arremessado contra as árvore. A dor mais uma vez invadiu meu interior quando minhas costas se chocaram contra os troncos. Lembrei que minha imortalidade não garantiria que meus ossos continuassem inteiros, assim como minha maldição.

Meu ser se recusava a levantar-se e continuar lutando, a absorção de tantas almas fora a pior decisão que eu pudera ter tomado. Uma figura misteriosa saltou de dentro da cratera, tinha forma humana, mas a escuridão não me deixou discernir se era mesmo um semideus. Peguei outra estaca da borda do escudo, mas antes que ela atingisse seu tamanho máximo foi arrancada das minhas mãos, provavelmente por magia. O estranho a pegou, já na forma de uma lança, e a cravou em minha perna direita. A coleção de dores estava completa, um grito irrompeu de minha garganta e ecoou pela floresta.

O semideus se ajoelhou próximo a mim, revelando ser alguém conhecido. Thomas, filho de Nyx. Um garoto que eu não via a tempos, agora totalmente diferente, não passava de outro soldado de Jápeto. Senti minha perna latejar, o sangue saía violentamente do ferimento. Eu não morreria, mas também ficaria totalmente acabado. Reparei que suas roupas estava furadas em diversas partes, pelo jeito havia sido atingido pelo meu golpe anterior, não era tão rápido.

O garoto girou a ponta da lança ainda na minha perna, aumentando a dor e o ferimento, novamente gritei. Meus poderes não estavam em condição de uso, minhas forças estavam desaparecendo, minha energia quase no fim. Era esse o meu destino?




Itens:
•Espada Solar - uma espada que emite luz solar de sua lâmina de ouro (indestrutível).
Ψ Apocalipse -> Armadura composta por quatro camadas estremamente finas e leves. Primeira camada, a interna• é de pele de Dragão Negro do Submundo, só pode ser perfurada por uma arma abençoada por Macária, mesmo cortada pode se regenerar.{Te Amo filhooo perfeito *-*}[By:Macária(MAC*-*)] A segunda é de ouricalco, desloca o tempo-espaço ao redor do usuário aumentando sua velocidade.[by: Chronos] A terceira é de Gelo indestrutível.[by: Quione] A quarta acumula toda a maldade dentro do tártaro em um poder incontrolável, se alguém a tocar é facilmente dissolvido a pó, ou seja, nada de ataques diretos.[INDESTRUTÍVEL](só pode ser usada uma vez a cada duas missões)
♠ Mortus: Lâmia de ferro estígio puro forjada nas profundezas do Tártaro, o cabo é feito com um dente do próprio Cérbero e tem o formato de um crânio na coronha. A arma é amaldiçoada e leva aqueles que mata diretamente para o Tártaro. O poder da lâmina é tanto que nem espíritos ou demônios são imunes ao seu poder, ela pode facilmente devolver os mortos para o submundo e até destruir por completo sua essência. Para que seus poderes sejam utilizados amplamente é preciso que o semideus pague um tributo, banhe a lâmina em seu sangue, ganhando assim a total lealdade da espada. {Indestrutível} [By: Hebe]
♈ Espada-Lança da Guerra - Feita de titânio reforçado em ouro avermelhado. Em repouso é um braçadeira preta. Quando o usuário bem entender, pode transforma-la em uma espada de 80cm ou uma lança de 2m. {'Super resistente'} [By: Ares]
~Par de facas de garra de cão infernal
Foice/Espada do Perdão: Quando foice seu cabo armazena um cristal roxo que emite um brilho infinito, na forma de espada o cristal fica na base da empunhadura. Cada alma ceifada por essa arma permanece no cristal e permite ao usuário usar os poderes do mesmo ao seu favor 3 vezes por batalha.
Escudo Elísio: um escudo de aço e bronze celestial, suas bordas podem cortar facilmente e seu interior possui um cristal roxo. Uma vez por batalha esse cristal gera um campo e força em tono do usuário e seus aliados que se mostra impenetrável.

Poderes Passivos:
♦ Nível 59 ♦
Percepção Espaço-Temporal II – o tato do semideus pode chegar a um nível extremamente elevado. Uma simples vibração no ar, causada até pelo mais simples movimento lhe chamara a atenção. A reação do usuário é imediata se necessário. Tal habilidade capta os movimentos ao seu redor em uma área de até 100 metros.
Level 17 ♠ Sem Alma – Agora os filhos de Macária podem lutar desprovidos de qualquer sentimento.
♦ Nível 19 ♦ Conhecimento – o semideus tem grande facilidade no aprendizado. Involuntariamente sua mente passa a receber informações conforme o mesmo necessitar.
♦ Nível 9 ♦ Concentração - sua mente e focada e pode direcionar sua atenção para onde desejar com facilidade e até dividi-la, tendo a capacidade de pensar em até 7 coisas simultaneamente, o que possibilita um raciocínio mais amplo e veloz além de imunidade a habilidades que atacam exclusivamente a mente.
Levitação II – seu corpo possui uma habilidade mais ampla e com isso você pode levitar ainda mais alto, chegando facilmente a uma altura de 10 metros.

Poderes Ativos:
Archi Omíchli – Esta magia talvez seja a mais conhecida e usada pelos filhos de Hécate por que é o controle da Névoa mágica. A Névoa fora criada por Hécate para esconder os assuntos divinos ou mágicos dos olhares mortais, mas o detalhe que ela serve para fazer com que o seu alvo veja o que você quer. Nesse nível você pode manipular a forma de coisas pequenas, como fazer uma caneta parecer um fósforo ou uma espada uma bengala.
♦ Nível 60 ♦Energia Primordial III – Você controla a energia por completo, podendo usar tanto para ataque quanto para defesa.
♦ Nível 26 ♦ Energia Primordial I – Chronos junto de sua companheira Ananke são a origem do universo, gerando um tipo de energia nesse processo. Você como filho/servo de Chronos tem essa energia e pode manipulá-la. Essa energia desintegra tudo o que tocar apenas para defesa.
♦ Nível 20 ♦ Proteção Divina I - Feito de pura energia do vórtex temporal, um escudo tão poderoso que pode desintegrar tudo o que lhe tocar ou atravessar. Esse escudo cobre todo o usuário, ficando em forma de uma cúpula pequena, nesse nível defende ataques de níveis inferiores ao seu. [gasta 50 de energia]
Nível 3 ♠ Visão da Boa Morte - Quando os inimigos olharem nos olhos dos filhos de Macária, ele terá a visão de uma boa morte, tão boa que eles ficam paralisados. Ou então tão assustados por ter medo da morte. [Dura um post a paralisia.]
Level 42 ♠ Leveza III – A Boa Morte é silenciosa e seus filhos também são, podendo facilmente manipular seu peso para ficarem mais leves, conseguindo assim dar saltos de até 8 metros e cair sem sofrerem nenhum dano.
Nível 23 ♠ Teletransporte das sombras - Assim como sua mãe, o filho de Macária poderá chegar a qualquer lugar pelas sombras, sem fazer qualquer ruído a não ser liberando um cheiro adocicado. [Um post]
Nível 38 ♠ Ocultação III - Agora além de se ocultar perfeitamente, o filho de Macária poderá ocultar pessoas ou até objetos maiores e de grande porte, tanto cheiro como barulho.
Nível 12 • Aerocinese Avançada: Agora você pode controlar gigantes correntes de ar, podendo ser extremamente frias capaz de congelar o inimigo ou extremamente quentes. Com a junção de duas correntes vindas de direções opostas, você pode criar tempestade e também pode criar tufões e furacões. (A intensidade e tamanho do furacão e da tempestade depende de seu nível)
Vaporização: Você pode criar vapor através do ar podendo fazer seu inimigo ficar pouco tempo sem ar
Nível 17 Hidrocinese III – Capaz de controlar imensas quantidades de água e criar golpes com seu controle aprimorado. [-30MP]
©R. Máximos

------------------------------------- PercyJackson -------------------------------------

Eles podem me matar, mas a superioridade moral é minha.
(Doctor Who)
avatar
Rafael L. Máximos
Filhos de Macária
Filhos de Macária

Mensagens : 1010
Data de inscrição : 24/12/2012
Idade : 20

Ficha do personagem
Level: 100
Energia:
990/990  (990/990)
HP:
999/999  (999/999)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eliminando as ameaças [Rafaele Rosie Máximos]

Mensagem por Rosie S. Máximos em Sab Mar 01, 2014 7:16 pm

Can anybody hear me? Or am I talking to myself? My mind is running empty, In this search for someone else
Consegui por fim achar o meu irmão. Obervei-o atentamente lutar e absorver 30 almas de campistas. Me pergunto o quão poderoso ele poderia ser. Mas seu poder estava diminuindo... muito uso. Estava enfraquecido. Estava ferido. Fechei meus punhos com força, mas esperei-o terminar com o último. Porém isso não aconteceu. Um grito de dor vindo dele. O primeiro que eu vi. Não suportaria ver o Rafael naquele estado por muito tempo. A lança foi girada ainda dentro da perna dele. Outro grito. Meus punhos estavam fechados com tanta força, que pensei por um instante que minhas unhas fossem furar minha pele.

- Ora, ora... Será possível que você quer toda a diversão pra você, mano? -
Sai das sombras deixando um rastro de energia do local que eu estava até o lado de meu irmão . - Isso é muita maldade de sua parte! - Faço biquinho, realmente eu gostava de lutar ao lado dele e sentia falta disto. Suspirei desmandando o bico e direcionei o meu olhar para o agressor de meu irmão. Uma fraca luz brilhou em meu pescoço, o colar entrara em ação fazendo o semideus soltar a lança, como se não tivesse certeza dos seus atos,  e se afastar do meu irmão e de mim. Iria masacrar o agressor do meu irmão, mesmo que não pudesse sentir minhas agressões para ele. Me teleportei para trás do semideus controlado por algo maior, e chutei suas costas com força. Ele se desequilibrou mais antes de sair, lançou um ataque magico contra mim. Mas o mesmo não me fez mal algum, a benção que recebi de Atena não permitia isto. Minhas pulseiras com pingentes de rosas, se partiram em um estralo pequeno, se transformando em correntes que logo estavam cercando o meu inimigo. Uma em cada lado. Sorri satisfeita.

- Imobilize-o... prenda-o... em uma força crescente... - Falei calma e e as correntes envolveram-no de cima a baixo, apertando-o de uma forma que ser humano nenhum iria querer sentir. Ouvi o barulho de ossos se deslocandos e um urro de dor sair da boca dele. Aproximei-me fazendo-o recuar mais o que me fez sorrir de canto e minha mão começou a ser envolvida por uma sombra negra, a mesma se alastrou por meu corpo e em questão de segundos estava atrás do semideus.

- Ninguém... machuca o meu irmão... quando eu posso fazer algo. - Coloquei minha mão envolta em sombras negras como a noite no pescoço do filho de Nyx, sabia que era filho dela pois consegui indentificar o poder. Logo o semi deus caiu desmaiado aos meus pés, envolvido e imobilizado pelo meu poder. Deixei as correntes o prendendo e andei até o meu irmão, aproximei-me de sua coxa e analizei o ferimento causado pela lança.

- Vai doer, eu acho... - Girei um pouco a lança, deixando-a reta e puxei-a rapidamente, para não ter dores maiores. O sangue do meu irmão jorrou pela perna e eu suspirei pesado. Retirei do meu cinto um pequeno rolo de esparadrapos que consegui em um hospital e comecei a rodear a perna do meu irmão. Após terminado o curativo improvisado, levantei-me e fiquei a altura do meu irmão.

- Está tudo bem, certo? Você está uma droga... - Falei sorrindo pra ele.

Poderes:

♦ Nível 10 ♦
Jumper - Você pode se teleportar para qualquer lugar no mundo, desde que tenha uma imagem dele, tanto em fotografia quanto em memória. Ao olhar a imagem você também pode ver como se estivesse lá, deixa um rastro de energia.

Nível 23 ♠ Teletransporte das sombras - Assim como sua mãe, o filho de Macária poderá chegar a qualquer lugar pelas sombras, sem fazer qualquer ruído a não ser liberando um cheiro adocicado. [Um post]

♠ Mão da Morte - Os Filhos de Macária ao fixar seus olhos na palma de sua mão, poderá formar um tipo de camada negra em suas mãos, assim que se encostarem com elas no monstro ele parará de viver no mesmo momento. Quando com semideuses ele desmaiara. Se for um semideus mais fraco que você entrará em estado de coma. [Uma vez por missão ou batalha. Dura dois posts]
Bençãos:
Benção de Atena - É imune a ataques mágicos e pode redireciona-los aos seus inimigos.
Armas Levadas:
♠ Espada das Almas - Feita de ferro estígio, banhada no rio Estígio, e queimada no fogo do inferno. Absorve as Almas de quem você matar. A cada alma (feliz) absorvida pela espada, o usuário ganha 50 de HP, e 50 de Energia. Só pode ser manuseada pelos filhos de Macária.

♠ Espada de ferro Estígio e Prata Celestial – Com uma parteda lamina feita com prata e a outra parte com ferro estigio, esta espada faz um ataque com 20% a mais do que sua força original.[Indestrutível]

♠ Anel prateado com um fragmento de Quartzo – Absorve a Alma de quem você matar. Se for boa a alma é direcionada ao elísio, se não for boa a Alma lhe dá 30% a mais de Energia e 15% a Mais de HP e é direcionada ao julgamento.

♠ Foice da Morte - Cópia exata da foice de Tânatos, da ao usuário a habilidade de invocar almas controlar os mortos. Só pode ser usada por alguém que descende do Submundo, caso contrário absorve a alma de quem a toca. [INDESTRUTIVEL].

♠ Colar de Diamante Negro - Banhado no Rio Estige, da a Rosie uma aura negra capaz de repelir qualquer inimigo (dura 3 rodadas).

♠ Uma espada feita de Ouro Imperial capaz de criar, invocar, solidificar ou lançar luz ou fogo. Sempre afiada, quando encosta no adversário passa a ele um veneno que pode deixa-lo sonolento e um pouco mais devagar, a morte.  [By: Apolo]

♠ Τριαντάφυλλο [Rosa]: Uma armadura totalmente branca com detalhes cor-de-rosa que lembram ramos e botões de Rosa por toda a armadura. Feita de prata e ouro branco, essa armadura cobre cada parte do corpo de seu usuário. O elmo possui detalhes que lembram asas e um botão de rosa no centro, com uma única abertura onde fica a viseira. Quando utilizada por Rosie S. Máximos seu poder interior é acionado e a armadura se transforma em uma verdearia ferramenta da garota. A armadura pode adquirir uma habilidade por turno (pirocinese, hidrocinese, voo, controle gravitacional, mudar de forma...), apenas uma por rodada, podendo acumular até três habilidades por vez (por exemplo poder voar, controlar o fogo e se movimentar na velocidade do som), além de aumentar o ataque do em 30%. Se transforma em duas pulseiras de prata com botões de rosas entalhadas, das quais a armadura começa a se formar até cobrir toda a usuária. [Habilidades em Uso no momento: - ; - ; - ]{By.: Rafa}

♠ μνήμη: Anel dourado com detalhes prateados. Possui uma jóia branca que na verdade é água do rio Lete congelada. Essa jóia tem o poder de acrescentar uma memória inexistente na mente de alguém, basta que a pessoa que será enfeitiçada olhe para a pedra e o usuário poderá acrescenter a memória. Dura 10 turnos. {Inquebrável} {Apenas Rosie Pode usar}

♠ Anel Sônico: anel de prata com uma esmeralda. Pode fazer de tudo, através de estímulos ultrassonoros (como abrir portas, concertar ou arruinar aparatos eletrônicos, analisar acontecimentos e muito mais o que o Filho de Chronos/Senhor Tempo desejar, basta usar a mente). (by Chronos)

♠ Espada Primordial - Punho de prata, guarda de ouro negro, Lâmina mista de Ferro Estígio e Bronze celestial. Extremamente afiada, corta qualquer coisa com facilidade. Ao tocar o inimigo lhe absorve a vitalidade e energia, transmitindo toda para Rosie, a única que pode manusear está espada.(INDESTRUTIVEL) (By: Chronos)

# Adaga Eletrica
# Adaga de Gelo

♠ Corrente de Ferro Estígio: Pode expandir seu tamanho até os metros quando requisitado. Capaz de ser controlada pela mente do usuário. Quando algo é enrolado por essa corrente não pode ser solta a menos que o dono faça isso. Vira uma pulseira com um pingente de rosa.[Indestrutível]

♠ Jogo de facas: São facas de lâminas negras feitas de ferro estígio. No total são dez medindo vinte centímetros em uma forma triangular, quando arremessadas voltam ao seu lugar de origem( Vira uma pulseira com espinhos negros, cada espinho retirado vira uma faca.).( By Hades).
tags; alguém. place; lugar. vestindo: link. com: um ser. em: um lugar.
credits ‹›


------------------------------------- PercyJackson -------------------------------------

Rosie Máximos

Instrutora | Lady do Tempo | Filha de Macária | Irmã do Rafa | Monitora do Chalé | Titânia do Submundo | Família ♥ | Alone

..... You are my prey.

—credits.
avatar
Rosie S. Máximos
Monitores
Monitores

Mensagens : 153
Data de inscrição : 05/01/2013
Idade : 20

Ficha do personagem
Level: 93
Energia:
970/1020  (970/1020)
HP:
950/1020  (950/1020)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eliminando as ameaças [Rafaele Rosie Máximos]

Mensagem por Rafael L. Máximos em Sab Mar 01, 2014 7:47 pm

...
E agora?
These wounds won't seem to heal
This pain is just too real

There's just too much that time cannot erase When you cried, I'd wipe away all of your tears When you'd scream, I'd fight away all of your fears And I held your hand through all of these years But you still have all of me
Eu já estava para ultrapassar os meus limites, o que seria algo perigoso, quando Rosie apareceu. Uma sensação de alívio me fez esquecer a dor e tudo o mais, estava salvo. Acabei apagando devido ao ferimento, desmaiei por pouco tempo pois quando acordei Rosie estava ao meu lado. Ela falou algo com relação a dor e então segurou o cabo da lança, imediatamente descobri do que se tratava. Assim que a ponta de bronze saiu do ferimento e o sangue jorrou senti minhas forças se esvaírem, a dor aumentou, mas nem consegui sequer gritar ou demonstrar o que sentia.

A dor sumiu, Rosie havia improvisado um curativo. A batalha estava no fim, Thomas fora aprisionado e agora era questão de tempo até que meu corpo se acostumasse com as almas e tudo voltasse ao normal para mim.

- Precisamos matar ele.
©R. Máximos

------------------------------------- PercyJackson -------------------------------------

Eles podem me matar, mas a superioridade moral é minha.
(Doctor Who)
avatar
Rafael L. Máximos
Filhos de Macária
Filhos de Macária

Mensagens : 1010
Data de inscrição : 24/12/2012
Idade : 20

Ficha do personagem
Level: 100
Energia:
990/990  (990/990)
HP:
999/999  (999/999)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eliminando as ameaças [Rafaele Rosie Máximos]

Mensagem por Rosie S. Máximos em Dom Mar 02, 2014 6:51 pm

Can anybody hear me? Or am I talking to myself? My mind is running empty, In this search for someone else
Olhei o meu irmão se recuperar brevemente. Meus pensamentos estavam longe, afinal, o que estava realmente acontecendo?, Eu não conhecia o garoto que derrotei, não sabia o que fazer em relação à ele a não ser matá-lo. Era calma e determinada para fazer isso, mas será que ele não tinha uma informação importante? Será que estava se fingindo ser tão fraco, ao ponto de me deixar derrotá-lo assim?

Foi quando ouvi a voz de Rafael dirigir a palavra a mim. O olhei atentamente, vendo sua estatura. Estava mais velho, maduro, porém não tinha marcas da idade. Estava com o semblante até mais tranquilo do que quando o vi pela última vez. Porém ele permanecia sério... Lembrei-me do sorriso que o Rafel possiua quando eu cheguei ao acampamento. Sem pressão dos deuses, sem obrigações demais. E eu era tão fraca... queria ajudá-lo. Mas ele sempre sorria e me dizia estar tudo bem, sempre me mostrava o quão forte e corajoso podia ser. Eu admirava o meu irmão pela sua coragem, bravura, habiliadades e força. Mas depois de um tempo, ele ficou muito sério, mas as vezes era brincalhão. Voltando ao presente, sorri de canto e resolvi responder ao meu irmão:

- Você disse o óbvio. Eu já sei disso, Sr. Inteligente. - Sorri divertida pra ele e olhei para o inimigo acorrentado e massacrado levemente ao chão - Mas antes, precisamos recuperar um pouco suas forças, não? - Toquei o braço do meu irmão e um brilho fraco, quase imperceptível, rodou a minha mão, e uma corrente de energia começou a passar de mim para ele. Era um pouco do que eu podia fazer para ajudá-lo. Após pouco tempo, a pouca luz em minha mão cessou, mostrando que a passagem estava feita. Sorri como sempre para o meu irmão.

- Certo. Se sente melhor? -
Arqueei a sobrancelha e me coloquei ao seu lado - Podemos acabar com ele? - Olhei para Rafael sorrindo de canto.

Poderes:

♦ Nível 47 ♦
Rejuvenescimento III – Usando a energia temporal você pode restaurar 70% da MP de um aliado.
Bençãos:
Benção de Atena - É imune a ataques mágicos e pode redireciona-los aos seus inimigos.
Armas Levadas:
♠ Espada das Almas - Feita de ferro estígio, banhada no rio Estígio, e queimada no fogo do inferno. Absorve as Almas de quem você matar. A cada alma (feliz) absorvida pela espada, o usuário ganha 50 de HP, e 50 de Energia. Só pode ser manuseada pelos filhos de Macária.

♠ Espada de ferro Estígio e Prata Celestial – Com uma parteda lamina feita com prata e a outra parte com ferro estigio, esta espada faz um ataque com 20% a mais do que sua força original.[Indestrutível]

♠ Anel prateado com um fragmento de Quartzo – Absorve a Alma de quem você matar. Se for boa a alma é direcionada ao elísio, se não for boa a Alma lhe dá 30% a mais de Energia e 15% a Mais de HP e é direcionada ao julgamento.

♠ Foice da Morte - Cópia exata da foice de Tânatos, da ao usuário a habilidade de invocar almas controlar os mortos. Só pode ser usada por alguém que descende do Submundo, caso contrário absorve a alma de quem a toca. [INDESTRUTIVEL].

♠ Colar de Diamante Negro - Banhado no Rio Estige, da a Rosie uma aura negra capaz de repelir qualquer inimigo (dura 3 rodadas).

♠ Uma espada feita de Ouro Imperial capaz de criar, invocar, solidificar ou lançar luz ou fogo. Sempre afiada, quando encosta no adversário passa a ele um veneno que pode deixa-lo sonolento e um pouco mais devagar, a morte.  [By: Apolo]

♠ Τριαντάφυλλο [Rosa]: Uma armadura totalmente branca com detalhes cor-de-rosa que lembram ramos e botões de Rosa por toda a armadura. Feita de prata e ouro branco, essa armadura cobre cada parte do corpo de seu usuário. O elmo possui detalhes que lembram asas e um botão de rosa no centro, com uma única abertura onde fica a viseira. Quando utilizada por Rosie S. Máximos seu poder interior é acionado e a armadura se transforma em uma verdearia ferramenta da garota. A armadura pode adquirir uma habilidade por turno (pirocinese, hidrocinese, voo, controle gravitacional, mudar de forma...), apenas uma por rodada, podendo acumular até três habilidades por vez (por exemplo poder voar, controlar o fogo e se movimentar na velocidade do som), além de aumentar o ataque do em 30%. Se transforma em duas pulseiras de prata com botões de rosas entalhadas, das quais a armadura começa a se formar até cobrir toda a usuária. [Habilidades em Uso no momento: - ; - ; - ]{By.: Rafa}

♠ μνήμη: Anel dourado com detalhes prateados. Possui uma jóia branca que na verdade é água do rio Lete congelada. Essa jóia tem o poder de acrescentar uma memória inexistente na mente de alguém, basta que a pessoa que será enfeitiçada olhe para a pedra e o usuário poderá acrescenter a memória. Dura 10 turnos. {Inquebrável} {Apenas Rosie Pode usar}

♠ Anel Sônico: anel de prata com uma esmeralda. Pode fazer de tudo, através de estímulos ultrassonoros (como abrir portas, concertar ou arruinar aparatos eletrônicos, analisar acontecimentos e muito mais o que o Filho de Chronos/Senhor Tempo desejar, basta usar a mente). (by Chronos)

♠ Espada Primordial - Punho de prata, guarda de ouro negro, Lâmina mista de Ferro Estígio e Bronze celestial. Extremamente afiada, corta qualquer coisa com facilidade. Ao tocar o inimigo lhe absorve a vitalidade e energia, transmitindo toda para Rosie, a única que pode manusear está espada.(INDESTRUTIVEL) (By: Chronos)

# Adaga Eletrica
# Adaga de Gelo

♠ Corrente de Ferro Estígio: Pode expandir seu tamanho até os metros quando requisitado. Capaz de ser controlada pela mente do usuário. Quando algo é enrolado por essa corrente não pode ser solta a menos que o dono faça isso. Vira uma pulseira com um pingente de rosa.[Indestrutível]

♠ Jogo de facas: São facas de lâminas negras feitas de ferro estígio. No total são dez medindo vinte centímetros em uma forma triangular, quando arremessadas voltam ao seu lugar de origem( Vira uma pulseira com espinhos negros, cada espinho retirado vira uma faca.).( By Hades).
tags; alguém. place; lugar. vestindo: link. com: um ser. em: um lugar.
credits ‹›


------------------------------------- PercyJackson -------------------------------------

Rosie Máximos

Instrutora | Lady do Tempo | Filha de Macária | Irmã do Rafa | Monitora do Chalé | Titânia do Submundo | Família ♥ | Alone

..... You are my prey.

—credits.
avatar
Rosie S. Máximos
Monitores
Monitores

Mensagens : 153
Data de inscrição : 05/01/2013
Idade : 20

Ficha do personagem
Level: 93
Energia:
970/1020  (970/1020)
HP:
950/1020  (950/1020)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eliminando as ameaças [Rafaele Rosie Máximos]

Mensagem por Rafael L. Máximos em Dom Mar 02, 2014 7:53 pm

...
E agora?
These wounds won't seem to heal
This pain is just too real

There's just too much that time cannot erase When you cried, I'd wipe away all of your tears When you'd scream, I'd fight away all of your fears And I held your hand through all of these years But you still have all of me
Deixei um sorriso escapar quando ouvi o comentário da Ros, minha irmã sempre esteve ao meu lado, mesmo quando eu parecia estar indo pelo pior caminho. Eu devia minha vida a ela, não só pelo que fez por mim hoje, mas por tudo. Lembrei-me de quando éramos crianças, antes da morte de nosso pai, dos orfanatos e da vida como semideus, quando não passávamos de crianças. Nós dois vivíamos juntos, brincando e se divertindo com tudo o que víamos. Não pude deixar de pensar em que ponto isso tudo havia mudado.

Meus sentidos ainda estavam bagunçados, mas a dor não existia mais. Rosie ajudou minhas forças a se recuperarem, o que era muito bom. Sua pergunta me fez voltar minha concentração totalmente para a situação atual.

- Sim, estou bem melhor – sorri para ela e me apoiei em uma árvore – Vamos mata-lo, é o último – falei enquanto olhava para o garoto. Com dificuldade peguei minha espada e escudo do chão, os guardando em seguida – Vou te dar um presente Ros – olhei para a minha irmã.

Minha mão direita ficou envolta por uma luz que logo se mostrou sendo pura eletricidade, teoricamente a energia só penetraria o corpo do garoto quando chegasse até seu “Calcanhar de Aquiles” o que o mataria facilmente assim que passasse por seu coração.



Poderes Ativos:
Nível 38 Corpo de derivados da luz: Agora você pode recobrir seu corpo com fogo, para queimar o adversário, raio ou até mesmo prata celestial e outros minerais brilhantes.
©R. Máximos

------------------------------------- PercyJackson -------------------------------------

Eles podem me matar, mas a superioridade moral é minha.
(Doctor Who)
avatar
Rafael L. Máximos
Filhos de Macária
Filhos de Macária

Mensagens : 1010
Data de inscrição : 24/12/2012
Idade : 20

Ficha do personagem
Level: 100
Energia:
990/990  (990/990)
HP:
999/999  (999/999)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eliminando as ameaças [Rafaele Rosie Máximos]

Mensagem por Rosie S. Máximos em Dom Mar 02, 2014 9:11 pm

Can anybody hear me? Or am I talking to myself? My mind is running empty, In this search for someone else
Ele pegou seu escudo e espadas com dificuldade... Eu nunca na vida imaginei ver o Rafael desse jeito, mas como eu não gosto de demonstrar tristeza e outras coisas, fiz um comentário básico baseado no estado dele.

- Francamente, Logan... Você está acabado.... - Ri baixinho e logo ouvi a última frase dele, olhei-o um tanto curiosa.

- Presente? - Logo meu olhar foi até sua mão sendo rodeada por um luz se mostrando, em seguida, pura eletricidade. Abri a boca para falar mais fechei-a e abri novamente.

- Você já não me deu presentes demais?
-ri com o que eu falei, pois era verdade e logo indiquei a mão dele e olhei para o último semideus controlado, que estava preso. - Are... ande logo com isso... - falei sorrindo - Eu quero saber o que é o presente! - fiz um biquinho que logo se desfez dando lugar a um sorriso de canto.

Armas Levadas:
♠ Espada das Almas - Feita de ferro estígio, banhada no rio Estígio, e queimada no fogo do inferno. Absorve as Almas de quem você matar. A cada alma (feliz) absorvida pela espada, o usuário ganha 50 de HP, e 50 de Energia. Só pode ser manuseada pelos filhos de Macária.

♠ Espada de ferro Estígio e Prata Celestial – Com uma parteda lamina feita com prata e a outra parte com ferro estigio, esta espada faz um ataque com 20% a mais do que sua força original.[Indestrutível]

♠ Anel prateado com um fragmento de Quartzo – Absorve a Alma de quem você matar. Se for boa a alma é direcionada ao elísio, se não for boa a Alma lhe dá 30% a mais de Energia e 15% a Mais de HP e é direcionada ao julgamento.

♠ Foice da Morte - Cópia exata da foice de Tânatos, da ao usuário a habilidade de invocar almas controlar os mortos. Só pode ser usada por alguém que descende do Submundo, caso contrário absorve a alma de quem a toca. [INDESTRUTIVEL].

♠ Colar de Diamante Negro - Banhado no Rio Estige, da a Rosie uma aura negra capaz de repelir qualquer inimigo (dura 3 rodadas).

♠ Uma espada feita de Ouro Imperial capaz de criar, invocar, solidificar ou lançar luz ou fogo. Sempre afiada, quando encosta no adversário passa a ele um veneno que pode deixa-lo sonolento e um pouco mais devagar, a morte.  [By: Apolo]

♠ Τριαντάφυλλο [Rosa]: Uma armadura totalmente branca com detalhes cor-de-rosa que lembram ramos e botões de Rosa por toda a armadura. Feita de prata e ouro branco, essa armadura cobre cada parte do corpo de seu usuário. O elmo possui detalhes que lembram asas e um botão de rosa no centro, com uma única abertura onde fica a viseira. Quando utilizada por Rosie S. Máximos seu poder interior é acionado e a armadura se transforma em uma verdearia ferramenta da garota. A armadura pode adquirir uma habilidade por turno (pirocinese, hidrocinese, voo, controle gravitacional, mudar de forma...), apenas uma por rodada, podendo acumular até três habilidades por vez (por exemplo poder voar, controlar o fogo e se movimentar na velocidade do som), além de aumentar o ataque do em 30%. Se transforma em duas pulseiras de prata com botões de rosas entalhadas, das quais a armadura começa a se formar até cobrir toda a usuária. [Habilidades em Uso no momento: - ; - ; - ]{By.: Rafa}

♠ μνήμη: Anel dourado com detalhes prateados. Possui uma jóia branca que na verdade é água do rio Lete congelada. Essa jóia tem o poder de acrescentar uma memória inexistente na mente de alguém, basta que a pessoa que será enfeitiçada olhe para a pedra e o usuário poderá acrescenter a memória. Dura 10 turnos. {Inquebrável} {Apenas Rosie Pode usar}

♠ Anel Sônico: anel de prata com uma esmeralda. Pode fazer de tudo, através de estímulos ultrassonoros (como abrir portas, concertar ou arruinar aparatos eletrônicos, analisar acontecimentos e muito mais o que o Filho de Chronos/Senhor Tempo desejar, basta usar a mente). (by Chronos)

♠ Espada Primordial - Punho de prata, guarda de ouro negro, Lâmina mista de Ferro Estígio e Bronze celestial. Extremamente afiada, corta qualquer coisa com facilidade. Ao tocar o inimigo lhe absorve a vitalidade e energia, transmitindo toda para Rosie, a única que pode manusear está espada.(INDESTRUTIVEL) (By: Chronos)

# Adaga Eletrica
# Adaga de Gelo

♠ Corrente de Ferro Estígio: Pode expandir seu tamanho até os metros quando requisitado. Capaz de ser controlada pela mente do usuário. Quando algo é enrolado por essa corrente não pode ser solta a menos que o dono faça isso. Vira uma pulseira com um pingente de rosa.[Indestrutível]

♠ Jogo de facas: São facas de lâminas negras feitas de ferro estígio. No total são dez medindo vinte centímetros em uma forma triangular, quando arremessadas voltam ao seu lugar de origem( Vira uma pulseira com espinhos negros, cada espinho retirado vira uma faca.).( By Hades).
tags; alguém. place; lugar. vestindo: link. com: um ser. em: um lugar.
credits ‹›


------------------------------------- PercyJackson -------------------------------------

Rosie Máximos

Instrutora | Lady do Tempo | Filha de Macária | Irmã do Rafa | Monitora do Chalé | Titânia do Submundo | Família ♥ | Alone

..... You are my prey.

—credits.
avatar
Rosie S. Máximos
Monitores
Monitores

Mensagens : 153
Data de inscrição : 05/01/2013
Idade : 20

Ficha do personagem
Level: 93
Energia:
970/1020  (970/1020)
HP:
950/1020  (950/1020)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eliminando as ameaças [Rafaele Rosie Máximos]

Mensagem por Rafael L. Máximos em Dom Mar 02, 2014 9:30 pm

...
The End
These wounds won't seem to heal
This pain is just too real

There's just too much that time cannot erase When you cried, I'd wipe away all of your tears When you'd scream, I'd fight away all of your fears And I held your hand through all of these years But you still have all of me
- Seis anos sem lutar, queria o que? – respondi sarcasticamente enquanto me abaixava para ficar de joelhos ao lado do garoto – Logo vai saber – praticamente soquei o peito do garoto, descarregando a eletricidade toda em seu corpo, que por sua vez percorrê-lo-ia até atingir o ponto fraco e depois pararia seu coração.

O semideus estremeceu mas logo voltou a ficar imóvel, estava morto, como eu esperava. Antes que fosse tarde lhe toquei com a mão direita, da qual saiu a linha que lhe arrancaria a alma. Quando a alma do filho de Nyx chegou ao meu corpo não deixei que ali ficasse e então segurei o pulso da Ros com a mão esquerda, revertendo a habilidade e passando a alma de Thomas para ela. Assim que terminei o processo caí quase de cara no chão, praticamente inconsciente.

Mortos na missão (todos os absorvidos por mim):
Filhos de Zeus:
- Devin Ó Hearn - Última visita: 26/01/2013
- Rebekah Zolannsky - Última visita: 10/11/2013

Filhos de Poseidon:
- Elron D’Mare - Última visita 02/12/2013
- Kurt Kellan Kasper - Última visita: 11/01/2013
- Nathan Shepard - Última visita: 18/08/2013
- Rudy Stewart - Última visita: 26/12/2013
- Tiago Water - Última visita: 06/01/2013

Filhos de Hades:
- Alexander Morrison - Última visita: 17/12/2013
- Klaus Von Aldern - Última visita: 29/05/2013
- Liam Williams - Última visita: 30/11/2013
- Vladmir D. Rosevelt - Última visita: Desconhecido.

Filhos de Chronos:
- Allan Kennedy - Última visita: 21/12/2013
- Thiago Wester - Última visita: 07/11/2013

Filhos de Érebo:
- Edward Masen - Última visita: 29/12/2013

Filhos de Eros:
- Dianna Tommien - Última visita: 23/02/2013
- Giovanna Strider - Última visita: 24/05/2013
- Gwen Tommien - Última visita: 11/11/2013
- Katherine Pierce - Última visita: 28/03/2013
- Klaus Valenttine - Última visita: 05/01/2013
- Mia McCready Fontaine - Última visita: Desconhecido.

Filhos de Nyx:
- Annabel Baudelaire - Última visita: 21/10/2013
- Mary Wanwerd Boyd - Última visita: 21/07/2013
- Misha Thorment - Última visita: 30/12/2012
- Vladmir Grey - Última visita: 05/03/2013

- Thomas H. Kroop - Última visita: 26/02/2013 (absorvido mas repassado para a Rosie, contando as habilidades, nível, perícias e armas.

*os poderes, níveis, perícias e armas dos mortos devem ser repassados a mim como espólio de guerra. Não necessita me dar as recompensas tradicionais da missão como níveis, xp e perícias, pois já ganhei as dos mortos.

Poderes Usados:
♦ Benção de Macária: habilidade de absorver almas de indivíduos a beira da morte, apenas. Ao absorver essa alma poderá usar seus poderes, ter suas memórias e lembranças, assim como poderá desenvolver uma personalidade semelhante ao do absorvido. As almas absorvidas serão integradas a de Rafael, mas se desejado poderão também ser devolvidas ou passadas para outro ser.

Obs::
Minha HP está abaixo de 50 e a energia abaixo de 10 devido o esforço.
©R. Máximos

------------------------------------- PercyJackson -------------------------------------

Eles podem me matar, mas a superioridade moral é minha.
(Doctor Who)
avatar
Rafael L. Máximos
Filhos de Macária
Filhos de Macária

Mensagens : 1010
Data de inscrição : 24/12/2012
Idade : 20

Ficha do personagem
Level: 100
Energia:
990/990  (990/990)
HP:
999/999  (999/999)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eliminando as ameaças [Rafaele Rosie Máximos]

Mensagem por Convidado em Dom Mar 02, 2014 10:13 pm



Avaliação...

Rafael:
☪ 204 níveis e armas, poderes e perícias de quem matou.
Energia: 05/2520
HP: 50/2520
☪ Maldição de Nyx ☪ Ao usar os poderes de uma alma absorvida por 5 vezes consecutivas, Rafael será impedido de usar seus poderes até o final da batalha.
Rosie:
☪ 5 níveis.
☪ 15 pontos em cada perícia (força, inteligência, técnica, velocidade e agilidade).
☪ 2.000 dracmas.
☪ Habilidades, nível, armas e perícias de Thomas H. Kroop.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eliminando as ameaças [Rafaele Rosie Máximos]

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum