O Segredo - Missão One-Post para Henry N. Pond

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O Segredo - Missão One-Post para Henry N. Pond

Mensagem por Convidado em Qua Jan 29, 2014 5:41 pm


“...
...

 
 
 

O segredo.  

Os semideuses se reuniam em volta da fogueira, ouvindo os filhos de Apolo cantando e tocando. Henry, o filho de Hécate, estava próximo aos seus colegas arqueiros, que ouviam um filho de Hermes contar uma piada. O semideus desviou seus olhos do filho do deus dos viajantes e olhou ao redor.
Franziu o cenho ao notar um grande lobo parado olhando fixamente para ele.
O jovem levantou-se e caminhou até o lobo, que se pôs a caminhar para longe da fogueira conforme Henry ia se aproximando.
Quando ambos estavam distantes, uma mulher surgiu das sombras, estudando o filho de Hécate.
- Olá, Henry. Sou a deusa Nyx e preciso de um pequeno favor seu.
Instruções.:

☪ Nyx irá lhe contar que o segredo da imortalidade foi descoberto por um semideus e o mesmo está fugindo da deusa. Ela irá pedir a você que vá atrás do semideus e o detenha. Ele está em São Francisco.
☪ Você terá que enfrentar, ao total, 15 monstros. Evite monstros fracos como ciclopes e harpias.
☪ O semideus é um filho de Zeus, no nível 15 e com seus presentes de reclamação.
☪ O lobo pode farejar o filho de Zeus e irá lhe levar até um hotel, aonde o mesmo estará.
☪ Você pode levar até 5 armas.
☪ Seja criativo e cuidado com os erros.
☪ Tem três semanas para terminar a missão.
☪ Boa sorte. ☪

..."
bluee @ cupcake graphics

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Segredo - Missão One-Post para Henry N. Pond

Mensagem por Henry N. Pond em Sab Fev 15, 2014 5:15 pm


The Secret
All magic comes with a price.
Eu estava sentado em volta da fogueira junto a outros semideuses, reunido com os arqueiros, os filhos de Apolo cantavam canções alegres. Era incomum eu não estar gostando as canções, mas algo estava errado e eu podia sentir isso.  Um filho de Hermes contou uma piada, Abby, Ryan, Liam e Damon riram, mas eu apenas revirei os olhos enquanto observava as chamas que saltavam da fogueira, por um momento pensei que havia a forma de um lobo feia nas sombras, então parei e decidi que não era verdade, mas quando olhou melhor, realmente havia um lobo, porém não estava nas chamas. O animal olhava fixamente, franzi o cenho me perguntando o que ele estaria fazendo ali. Eu sabia que minha mãe, Hécate, e meu mestre, Apolo, tinham, ambos, o Lobo com um de seus símbolos, mas me parecia que aquele não pertencia a nenhum dos dois. Perguntei-me se algum outro semideus estava vendo o animal ali, me levantei, o que devia ser estranho para os outros arqueiros e amigos, sabiam que não gostava de dormir cedo, já que era filho de uma deusa relacionada à noite, e que gostava de ouvir as canções sentado com os outros em volta da fogueira.
À medida que eu ia caminhando até o lobo, este se afastava da fogueira, deduzi que ele queria me levar para algum local (ou para alguém). Foi então que uma mulher surgiu das sombras. Ela tinha cabelos negros como a noite, os olhos eram azuis como o céu. Usava uma túnica grega azul com o que pareciam ser estrelas. Tinha feições muito belas e parecia poderosa. Imaginei ser Nyx, a duesa da Noite, deixei um pequeno sorriso se formar em meus lábios.
- Olá, Henry. Sou a deusa Nyx e preciso de um pequeno favor seu.
Falou à mulher que, como eu deduzira, era a deusa da noite, respondi:
-Lady Nyx, deusa da Noite. É uma imensa honra receber um visita sua. O que deseja que faça pela senhora.
A mulher ergueu a cabeça e me contou o que estava acontecendo. Pelo que eu havia entendido, um semideus havia descoberto o segredo da imortalidade e estava fugindo de Nyx, a deusa pedir para que eu fosse até São Franscisco para deter o meio-sangue e também que seu lobo me mostraria o caminho. Ela também disse que eu não poderia levar muitas armas e que teria que achá-lo o mais rápido possível. Assenti e a deusa desapareceu. Tentei partir o quanto antes. Fui até o chalé e peguei 5 itens, meu arco do grifo, que simplesmente desapareceu, já que eu poderia fazê-lo reaparecer quando quisesse, minha adaga/espada Light, minha Adaga Amaldiçoada, meu Colar do Teletransporte e Minha Espada Sunight. Embainhei as Espadas e Adagas e coloquei o colar. Então peguei uma caneta e um papel e escrevi: "Estou em missão. Avise para Quíron. Até mais, espero." Coloquei o bilhete encima da cama de Fred, assim saí do chalé, seguindo o Lobo e tentando não ser visto por ninguém.
Segui caminho pela floresta na noite escura, se fosse a pé até São Francisco demoraria mais de 40 dias para chegar ao meu destino, mas tinha meu colar que, ao amanhecer, poderia me levar até São Francisco. Decidi que, enquanto o sol não aparecesse, seria melhor andar a pé mesmo, poderia ter algum monstro esperando eu chamar um táxi ou ir por meio de um ônibus. As duas espadas estavam e minhas mãos até que ouvi um barulho. Eram 5 horríveis empousas, faziam uma espécie de ritual, se reuniam em círculo, ao redor de uma imensa fogueira, me escodi atrás de uma árvore para que as empousas não me vissem, porém, ao dar um passo para sair dali, pisei um galho. Todas olharam para mim, eu teria que lutar. O lobo que me acompanhava uivava, o poder e charme delas era forte, mas eram seguidoras de Hécate, e eu era um filho da deusa. Tentei usar isso ao meu favor, falando:
-Vão mesmo se atrever a desafiar um filho da sua senhora?
Uma das empousas mostrou seus dentes e partiu para cima de mim, mas a ponta da minha espada Sunight penetrou em sua barriga e ela se desfez em pó. As outras respoderam:
-Grr. Hécate quer que trilhemos nosso próprio caminho.
Dizendo isso, as criaturas partiram para cima de mim, o Lobo as atacava ferozmente, os arranhões e mordidas eram dolorosos, mas o lobo matou uma das empousas enquanto eu matei mais duas. Agora sobrava uma, parecia ser a líder do grupo e pulou encima de mim, saí de seu caminho, mas ela agarrou minha perna, mordendo-me. Estaquei a espada Light no monstro e ela se desfez em poeira. Não havia usado poderes especiais das armas, habilidades ou magias, mas a batalha fora bem difícil. Ainda faltavam horas para o amanhecer, segui meu caminho pela floresta.
[...]
Continuava caminhando pelo lugar escuro, eu estava fora do acampamento há mais ou menos 3 horas, faltava algum tempo para o sol nascer. Estava frio e o sono começava a tomar conta de mim, eu sentia que algo estava me observando, ouvia sons de algo rastejando. Olhei para trás, mas não vi absolutamente nada. Aquilo começava a me dar um pouco de medo. Quando olhei pra frente de novo me deparei com uma estranha cauda de serpente imensa, ergui os olhos, mas parei de modo a não olhar nos olhos daquilo. Era um basilisco, se olhasse nos olhos da serpente gigante eu morreria. Vagarosamente, embainhei as espadas e fiz meu arco aparecer, sabia que mesmo meus poderes de arqueiro com relação às cobras não funcionariam com aquele monstro, ergui o arco e atirei uma flecha, ao fazê-lo, o monstro me atacou. Só tive tempo de me desviar, mas a flecha não tivera o resultado esperado. O monstro continuou me atacando, teria que usar a cabeça. Tive uma ideia que parecia não ser muito sensata, porém talvez funcionasse. Parei. Seria morte certa se eu não tivesse um truque na manga, assim que o basilisco chegou perto de me atingir, usei o feitiço “Myga” e comecei a voar ao redor do monstro, sem perceber, se fez um nó. Estaquei minha espada no nó, o monstro quase me mordeu, o que teria sido péssimo por causa do veneno, mas consegui me desviar. Logo o basilisco era um monte de poeira.
[...]
Algo me dizia que o amanhecer estava próximo, toquei meu colar. Assim que os raios de sol aparecessem no céu e iria até São Franscisco. O lobo que estava comigo continuava me seguindo lealmente. Ouvi algo na floresta. Cheguei a uma clareira onde 4 lobos infernais andavam em círculos até que olharam para mim. Mais problemas. Os quatro avançaram de uma vez me jogando para trás. Se não fosse pelo lobo eu teria sido estraçalhado pelos monstros, mas me levantei, meu poder de arqueiro contra as trevas deveria me proteger. Ataquei o primeiro monstro, mas ele simplesmente se desviou. Mas eu era esperto. Minha espada Sunight seguiu o monstro até transformá-lo em pó. Faltavam mais 3. A luta foi intensa e minha principal ajuda veio do lobo, que matou 1 dos bichos e me ajudou com outro. Com dificuldade arranquei fora a cabeça do último. Ufa. Olhei para o céu, os primeiros raios de sol iluminavam a floresta escura. Me dirigi até o lobo, aproximando minha mão de sua cabeça e acariciando-a, felizmente, este não fez nenhuma reação negativa. Ainda tocando o lobo, sorri enquanto pegava duas das pérolas do colar (já que transportariam eu e o Lobo) e jogava na direção dos raios de sol.
[...]
Logo eu estava em São Francisco enquanto os nascentes raios de sol iluminavam o lugar. O lobo parecia impaciente e começamos a andar pela cidade. Parecia bastante bonita com seus grandes prédios, mesmo que boa parte da cidade estivesse adormecida. Era possível visualizar alguns becos enquanto o animal me guiava por entre a cidade. Foi de um desses becos que ouvi um barulho, os barulhos eram estranhos. Entrei no beco para tentar ver o que estava acontecendo quando desejei imediatamente não estar ali. Eram 3 aranhas gigantes, suas patas asquerosas se movimentavam e elas me olhavam com seus olhos negros. Empunhei as duas espadas enquanto corria em direção aos monstros. Teria que lutar. Arranquei as patas de uma das aranhas enquanto tentava decapitar outra. Esta primeira perdeu bastante de seus movimentos, mas a segunda permaneceu intacta enquanto a terceira tentava me atacar. Consegui matar a que tinha as pernas arrancadas e ferir com a Sunight a que eu tentara decapitar, ferindo-a com o lado negro deixando-a com a visão prejudicava, o que me dera chance para matá-la. Mas a última parecia bastante perigosa. Investiu contra mim me jogando para trás. Tentava injetar seu veneno em mim, mas atingi-a com as duas espadas ao mesmo tempo. Depois de muita batalha consegui derrota-la, mas estava ofegante.
Sem mais interrupções, me encaminhei até um enorme prédio. O lobo queria que eu entrasse, mas como as pessoas reagiriam com o lobo? Eu nem havia pensado naquilo, não havia ninguém nas ruas, mas os clientes do prédio começavam a acordar. Usei minha manipulação da névoa para fazer todos pensarem que o lobo era um cachorro. Fui até o elevador, o ser falou para ir até o andar número 6, apartamento 64. Me dirigi até ele onde tive uma surpresa. Não havia ninguém no andar e a porta do apartamento 64 era protegida por dois bichos estranhos. Eram meio-humanos e meio-lagartos, tinham escamas e eram verdes, com a cabeça de lagarto e cauda, mas humanoides. Teria que lutar. Eles correram contra mim, comecei a deferir-lhes golpes e tentar feri-los. Um foi fácil de matar, apesar e um corte que me fez no braço, o outro fora mais difícil, tive que suar para conseguir derrota-lo, mas cheguei à fase final da minha missão: O semideus.
[...]
O apartamento tinha uma aparência rústica, a iluminação era fraca e eu conseguia distinguir uma figura à minha frente. Era ele. Falei:
-Então você roubou o segredo?
-Junte-se a mim e posso compartilhar com você tal informação. – Falou sorrindo.
Me aproximei como se estivesse interessado, quando estava perto o suficiente, golpeio-o com a espada Light, desse modo absorvi sua energia e vida para que me fortalecesse. Com uma espada elétrica, um escudo, uma corrente e uma adaga. Comecei a atacá-lo, sem usar poderes, já que ele também não estava usando. Deduzi que ele era filho de Zeus
A espada me dava fortes choques de modo que eu já estava tremendo. Além de que os cortes doíam bastante e o poder do escudo era muito forte, assim como o da corrente. Fiz meu arco aparecer em minhas mãos e atirei flechas em direção a ele. A primeira atingiu a corrente, mas não foi forte o suficiente. O garoto continuava me danificando. O lobo tentava detê-lo, e foi por causa dele que consegui acertar. Minha flecha impactante o atingiu, o jogando para trás enquanto o lobo voltava para perto de mim. Usei o “Mageya” para fazer correntes mágicas e prendê-lo. Mas o garoto conseguiu me atingir com a corrente. O choque foi enorme, achei que iria morrer, reunindo minhas forças, atingi o filho de Zeus com uma flecha de fogo. Assim que esta atravessou seu coração o filho de Zeus faleceu. Meu corpo inteiro doía. A última coisa que consegui ouvir foi uma voz fria, mas ao mesmo tempo poderosa:
-Bom trabalho.
Voltei ao acampamento.

The Secret
One-Post - Médio/Difícil

   
   
   


Código:

Myga- Nesse nível você poderá voar como um pássaro, terá asas de energia em suas costas que lhe permitem se movimentar no ar com extrema facilidade, mas não servem para atacar ou defender, então cuidado.
Telikós Omichli – Agora seu poder com a Névoa é bem melhor que antes, podendo criar ilusões nem mais realísticas e quase perfeita em seres de tamanho maior ou até em uma área grande como um campo de batalha, mas cuidado que a medida que o tamanho do poder aumenta sua energia é gasta em mesma proporção, tenha cautela.
Mageya – Pode manipular sua energia mágica como sua imaginação conseguir, fazendo por exemplo porcos falarem ou uma parede se abrir para sua passagem, mas sempre se lembre que é apenas um semideus, não pode por exemplo fazer alguém morrer apenas por que quer.
☼ Imunidade II - Você é totalmente imune a poderes relacionados a escuridão.
☼ Purificação - O filho ou arqueiro de Apolo tem suas habilidades melhoradas se o seu oponente tiver algo relacionado às sombras, ao submundo ou algo assim, como Cães Infernais.
Código:

- Light - Uma espada de prata celestial coberta por uma película fina e inquebrável de Diamante. Tem 90 cm de diâmetro, é leve e nunca perde o Fio. Quando corta um adversário em um corte profundo, absorve 40% de sua vitalidade e energia. Tem um poder especial que quando a espada bate ou se choca com algo sólido, essa libera uma onda eletromagnética que retira 70% da energia e vitalidade do seu adversário e transmite 50% para o usuário da espada, porém esse poder só pode ser usado 2 vezes por batalha. Ninguém pode manejá-la exceto Henry, a não ser que ele repasse a espada a outra pessoa. Se transforma em uma adaga. [By: Hebe / Feliz Natal]
Sunight - Espada feita metade ouro imperial e metade prata divina. Muito afiada, pode causar dois efeitos no adversário: O primeiro é ativado, caso o usuário acerte o adversário com a metade de ouro imperial; isso faz o acertado enxergar tudo muito claro, causando ardência nos olhos e impedindo ele de ver. O mesmo ocorre caso seja acertado com a metade de prata: O adversário não conseguirá enxergar nada, como se tudo estivesse escuro, sem luz.
Colar do teletransporte. - Um colar com 30 pequenas pérolas douradas. Quando o usuário encosta-se a uma delas, caso queira, a pérola irá se soltar do colar. Se for lançada para o alto, na direção do sol e o usuário dizer o nome do local em que quer ir, ele será teletransportado instantaneamente.
καταραμένος (Amaldiçoada): Adaga de cabo de couro e lâmina negra, quem for ferido por essa lâmina é amaldiçoado, tal maldição faz com que o usuário tenha medo de qualquer coisa, sua mente fica muito confusa, tal efeito dura 3 rodadas. {1 vez por Evento}Arco do Grifo: Um arco de cor dourada brilhante que pode lançar qualquer tipo de flecha que o usuário pense. Flechas que envenenam, queimam, congelam; Flechas de ouro, prata e etc. Flechas de materiais como Diamante, Ruby, Esmeralda ou Ferro Estigio não podem ser criadas. Cada flecha tem na ponta o formato da cabeça de um grifo com o bico afiado que pode cortar/rasgar a pele do que toca nela. Pode aparecer e desaparecer com a vontade do dono. (Indestrutivel) (Obrigatório)
avatar
Henry N. Pond
Indefinidos
Indefinidos

Mensagens : 105
Data de inscrição : 11/12/2013

Ficha do personagem
Level: 22
Energia:
310/310  (310/310)
HP:
310/310  (310/310)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Segredo - Missão One-Post para Henry N. Pond

Mensagem por Convidado em Dom Fev 16, 2014 8:10 am

Sua missão foi ótima, teve pequenos erros, porém nada que lhe comprometesse demais. O maior problema foi que suas batalhas ficaram fracas, não se derrota monstros com a facilidade. Mas seu desempenho no resto foi ótimo.
☪ 5 níveis.
☪ 15 pontos de força, técnica, inteligência e velocidade.
☪ 2.500 dracmas.
☪ Emma ☪ Um enorme lobo negro, fêmea. Do mesmo nível que o semideus, obedece somente a ele, pode viajar nas sombras e só pode ser visto por quem Henry quiser. {By: Tia Nyx diva}

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Segredo - Missão One-Post para Henry N. Pond

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum