Colheita atrapalhada!- Missão One-Post para Anne Linhares- Interna!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Colheita atrapalhada!- Missão One-Post para Anne Linhares- Interna!

Mensagem por Poseidon em Dom Jan 05, 2014 7:45 pm

Colheita atrapalhada! Post 01!



A prole de Hécate estava colhendo morangos, o local estava totalmente vazio. Anne estava totalmente distraída, quando foi puxada pelo cabelo e lançada na terra. Quando conseguiu se levantar viu quem havia lhe jogado daquela forma, era Arya, uma garota filha de Deméter. As duas garotas nunca haviam se dado muito bem, sempre que se encontravam brigavam, mas dessa vez Arya parecia querer brigar de verdade...

.........................................................................
Pontos obrigatórios:
1)Narre o que fazia até ser surpreendida pela garota;
2)Reconheça a menina e lembre-se da rivalidade;
3) A garota decide lutar e você não tem escolha;
4)Derrote-a, mas não a mate;
5)Encerre o post indo pra enfermaria para recuperar de machucados causados por Arya;
-Arya= Filha de Deméter / Nível 5!

.........................................................................
Dicas de postagem:
-Explore bastante os sentimentos do semideus;
-Use um corretor ortográfico ou Word para evitar erros gramaticais;
-Lembre-se que Arya é de nível 5, portanto deve usar os poderes de filhos de Deméter contra você
.........................................................................
Regras:
-Prazo: 48 horas (Dois dias);
-Armas: 3 no máximo;
-Colocar armas levada no final do post em cód.. ou spoiler;
-Colocar os poderes usado no final do post em cód.. ou spoiler;






------------------------------------- PercyJackson -------------------------------------

credits @
avatar
Poseidon
Deuses Maiores
Deuses Maiores

Mensagens : 236
Data de inscrição : 04/12/2013
Localização : No mar

Ficha do personagem
Level: Infinito
Energia:
99999999999999999/99999999999999999  (99999999999999999/99999999999999999)
HP:
99999999999999999/99999999999999999  (99999999999999999/99999999999999999)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Colheita atrapalhada!- Missão One-Post para Anne Linhares- Interna!

Mensagem por Anne Linhares em Ter Jan 07, 2014 12:28 pm

colheita atrapalhada


Eu estava no campo de morangos colhendo alguns frutos quando olhei para o céu por um instante: nuvens cobriam-no, impedindo o sol de aparecer. Não havia ninguém por perto, pois o tempo estava propício a ficar na cama e dormir, como todos faziam. Mas eu não conseguira entrar no mundo dos sonhos mesmo tendo tentado por mais de uma hora, logo, levantei da cama e vim para cá. Estava terminando de encher um cesto com os deliciosos frutos – provei um assim que cheguei, são doces e suculentos – quando senti uma mão em meus cabelos puxando-os com força. Quem quer que fosse o agressor, me jogou no chão com brutalidade.

Ergui meu corpo devagar, meus braços tremiam enquanto eu os utilizava para levantar-me. Limpei o excesso de areia do meu rosto e virei-me para o dono das mãos que me agrediram. Em contraste com a temperatura ambiente, meu corpo fervia de raiva, pois não havia razão para ser tratada dessa forma, eu não estava fazendo mal a ninguém.

Dei de cara com uma garota de cabelos vermelhos, como os morangos. Suas feições estavam fechadas numa expressão séria e zangada. Mantinha o olhar pesado em minha direção, como sempre fazia quando nos víamos. Arya era filha de Deméter e nunca nos demos muito bem. O jeito como ela mostrava-se para o mundo, suas atitudes e seu modo de falar com os outros não me agradaram desde a primeira vez que nos vimos, no acampamento. Creio que ela tenha percebido isso e retribuído o mesmo sentimento.

– Me deixa em paz, Arya – eu falei simplesmente, parte da minha ira se esvaindo – O que raios eu te fiz dessa vez? Vá embora!

Peguei meu cesto de frutas e sai caminhando para longe dela, mas não cheguei a dar quatro passos. A semideusa usara seus poderes em harmonia com a terra para criar uma barreira de plantas à minha frente. “Está com medo, Anne? Aqui não tem ninguém para me impedir de te fazer chorar e implorar pela mamãezinha!” - ela debochou de mim por não querer brigar com ela dessa vez.

A verdade é que hoje eu não estava disposta a nada. Não dormira bem e as poucas horas em que consegui estar no mundo dos sonhos foi para ver cenas sem sentidos. Isso me incomodava bastante e, hoje em especial, me deixara deprimida e chateada. A última coisa que queria era uma velha desavença para derrubar ainda mais o meu humor.

– Garota, se alguém for chorar chamando pela mãe, vai ser você! - ela tinha conseguido me tirar do sério, mas eu ainda não queria brigar.

Tentei ir na direção oposta à da barreira de plantas, passando ao lado dela. Mas foi um erro, pois ela me segurou pelo braço com força puxando-me de volta até ficarmos cara a cara. O cesto de morangos que eu tinha nas mãos balançou e alguns caíram ao chão. Isso me deixara realmente zangada e eu começava a sentir meu corpo arder. “Espera aí! Só o meu braço está ardendo!” - olhei para o lugar onde a meio-sangue tinha tocado e percebi que estava verde. Mais um dos poderes de Deméter! Ela estava fazendo mais jus ao nome da mãe dela do que eu, ao nome de minha mãe.

– Você não deveria ter feito isso – apanhei dois morangos do chão, sujos de terra e machucados em alguns pontos – Desperdício de alimento não é legal, fedelha.

Ela olhou para o chão e algumas raízes começaram a brotar da terra e prenderam meus pés. “Não vai a lugar nenhum, queridinha! És, agora, minha prisioneira e vou te fazer sentir a fúria da natureza!” - ela falou enquanto produzia pequenos chuviscos sobre nós. Meu braço começara a coçar no lugar em que estava verde. Eu já estava farta dessa briguinha sem sentido.

– Koimátai  – falei olhando para ela; sabendo que iria demorar um pouco para fazer o efeito que eu desejava – Epipléo! - conjurei o feitiço e imediatamente joguei os dois morangos nela.

Os frutos não causaram grandes danos, foram apenas uma distração para que eu pegasse meu anel. Ele transformara-se em uma katana negra e, com isso, consegui cortar as raízes que prendiam os meus pés. Empunhei a arma à frente do meu corpo e esperei o próximo ataque dela. Para minha surpresa, contudo, minha adversária não se mexeu. “Isso não é um bom sinal!” - pensei.

Como nunca tivera uma luta contra outro semideus antes, eu não sabia bem o que fazer. Fiquei esperando alguma reação da garota, mas não percebi nenhum movimento vindo dela. Logo, entretanto, vi a  natureza ao nosso redor se mexer. Alguns mamíferos vinham correndo e aves voavam ao nosso encontro. No momento seguinte, ela estava rodeada de animais prontos para me atacar. “A diversão vai começar.” - a ruiva falou e os animais avançaram sobre mim.

Senti-me uma carrasca por estar batendo em animais, mas se eu não fizesse isso eles iriam acabar comigo. Além do meu braço coçando, agora eu tinha pequenos arranhões nos ombros e pernas. Quando atacava um corvo acima da minha cabeça, vi com o canto dos olhos que a Arya já demonstrava sinais de sonolência. “Ótimo, está quase lá!” - pensei quando me livrei da última ave.

Para lidar com os animais terrestres, invoquei três espectros de lobos pequenos que, com seus  dentes afiados afugentavam os coelhos, esquilos e algumas raposas. Com minha katana, bati na perna esquerda da semideusa de leve, o suficiente para um corte superficial. Seus movimentos estavam mais letárgicos agora, mas ela ainda empunhava suas adagas agilmente. Vi uma delas sendo arremessada em minha direção e desviei-me no último segundo, mesmo assim senti a lâmina cortar minha orelha direita. “Droga, durma logo garota! Eu não quero machucá-la, mas nesse ritmo sou eu que serei retalhada.” - pensei.

Ela lançara mais algumas adagas em minha direção, consegui desviar delas com certo esforço, mas sem danos. Ela novamente mudara o clima, agora estava mais seco e árido e eu sentia minha boca secar. Felizmente o Koimátai atingira o efeito que eu queria e Arya caiu no chão adormecida, quase no mesmo instante em que meus lobos desapareceram. Com ela dormindo, os animais me deixaram em paz e pude relaxar um pouco. Estava dolorida e sangrava em várias partes do corpo. Apanhei o cesto de morangos e o guardei, depois Quíron poderia vendê-los, não tinham sofrido danos por causa da briga, exceto pelos dois que joguei na menina desacordada à minha frente. “Estraguei dois frutos doces com uma pessoa tão azeda!” - lamentei.

– Epoúloosii!  – uma aura azulada me circundou e senti um pouco da minha energia voltando – Epipléo! - conjurei olhando para a garota.

Felizmente ela não era muito pesada; se fosse, eu não teria poderes para levitá-la. Sai do campo de morangos diretamente para a enfermaria, antes que eu desmaiasse de fraqueza. Já podia sentir minhas pernas fracas e minha cabeça pesada, o Epoúloosii não poderia me salvar para sempre, eu precisava de cuidados. Uma leve tontura me afligia, mas conseguiria chegar ao meu destino a tempo e antes que a semideusa, flutuando ao meu lado, acordasse e tentasse me atacar de novo.

Armas utilizadas:

Soul Stalker: Uma katana longa e negra feito de ferro estígio. Transforma-se em um anel negro com o nome do semideus escrito em prata.

Poderes e habilidades utilizados por mim:

Epipléo – Uma magia básica de um feiticeiro é poder usar suas habilidades para mover objetos.  Enquanto for iniciante deve apontar sua varinha para controlar o objeto, mas com o tempo irá fazer sem mesmo olhar, apenas em pensar( O peso do objeto é o resultado da multiplicação de seu nível por 10, ou seja, se for nível 5 pode levitar objetos até 50 quilos)

Epoúloosii – Esta magia restaura sua magia e vida, mas necessita conjurar a palavra mágica e uma aura azulada o circundará lhe curando, mas não por completo( Até 50% de energia e vida)

Nível 4, Matilha Fantasma (inicial): Permite ao filho de Hécate invocar 3 lobos espectrais, que servem para farejar inimigos, ou para atacá-los. Eles tem apenas uma aparência fantasmagórica, mas seus dentes são bem afiados! Pode também invocar um unico lobo maior que os outros, para transporte. Eles duram até morrer durante a noite, e 2 rodadas durante o dia.
Custo: 15 pontos de Energia por lobo normal, 30 pelo grande.
Tempo de Espera: 2 rodadas.

Poderes e habilidades usados por Arya:

Perícia com Adaga - O filho de Deméter sabe utilizar muito bem uma adaga, fazendo movimentos ágeis e incomuns.

Semeador I - Permite aos filhos de Deméter criar pequenas barreiras de plantas impedindo a passagem.

Chamado Natural - Os animais e seres da natureza respeitam os filhos de Deméter ao ponto de ajudar em batalha ou pensar duas vezes antes de atacar.

Fitocinese iniciante - A fitocinese pode ser traduzida como a capacidade de controlar a vegetação. De inicio, poderá apenas fazer pequenas plantas nascerem, sem frutos ainda. A criação de flores também é possível, mas nada em grande quantidade. A constrição, ou seja, a criação de raízes do chão e que irão enrolar-se em algo, poderá atingir até a altura dos pés e duram apenas duas rodadas. Pode controlar a vegetação já existente que não seja de grande porte ou árvores.

Controle climático iniciante- Consegue fazer brisas e deixar o ar mais úmido ou então árido e conseguir produzir chuviscos.

Clorofilado - Ao tocar o inimigo ele vai ficar verde e com a pele irritada e assim irá começar a se coçar.

notes: desculpe a demora ♦ tagged: missão ♦ words: 1195 ♦ wearing: -

♦ the white swan ♦ @cg


Última edição por Anne Linhares em Ter Jan 07, 2014 12:48 pm, editado 3 vez(es) (Razão : Itálico e cores, porque eu sempre esqueço algum lugar que é para colorir ou destacar?! ¬¬)

------------------------------------- PercyJackson -------------------------------------




♥️ Filha de Hécate ♥️
avatar
Anne Linhares
Filhos de Hécate
Filhos de Hécate

Mensagens : 18
Data de inscrição : 13/12/2013
Localização : Acampamento Meio-Sangue

Ficha do personagem
Level: 10
Energia:
190/190  (190/190)
HP:
190/190  (190/190)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Colheita atrapalhada!- Missão One-Post para Anne Linhares- Interna!

Mensagem por Poseidon em Ter Jan 07, 2014 1:04 pm

Colheita atrapalhada! Avaliação!



Sua ortografia é maravilhosa, assim como sua narração. Tudo bem que eu queria ver um pouco mais de ação, mas sua personagem é pacífica e você soube mostrar que não queria o mal da outra garota. Meus parabéns!
Estou impressionado com sua narração!

Níveis: 2 níveis;
Dracmas: 490 dracmas;
Força:  6
Técnica: 6
Inteligência: 10
Velocidade: 6
Itens ou Benção: Cesta de morangos { Uma cesta cheia de morangos capazes de recuperar 10 HP/Energia da player. Pode ser usado duas vezes por missão} {By: Hefesto}

Atualizado!




------------------------------------- PercyJackson -------------------------------------

credits @
avatar
Poseidon
Deuses Maiores
Deuses Maiores

Mensagens : 236
Data de inscrição : 04/12/2013
Localização : No mar

Ficha do personagem
Level: Infinito
Energia:
99999999999999999/99999999999999999  (99999999999999999/99999999999999999)
HP:
99999999999999999/99999999999999999  (99999999999999999/99999999999999999)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Colheita atrapalhada!- Missão One-Post para Anne Linhares- Interna!

Mensagem por Poseidon em Ter Jan 07, 2014 1:26 pm

Tópico encaminhado ao Tártaro!

------------------------------------- PercyJackson -------------------------------------

credits @
avatar
Poseidon
Deuses Maiores
Deuses Maiores

Mensagens : 236
Data de inscrição : 04/12/2013
Localização : No mar

Ficha do personagem
Level: Infinito
Energia:
99999999999999999/99999999999999999  (99999999999999999/99999999999999999)
HP:
99999999999999999/99999999999999999  (99999999999999999/99999999999999999)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Colheita atrapalhada!- Missão One-Post para Anne Linhares- Interna!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum