Teste para Cavaleiros de Héstia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Teste para Cavaleiros de Héstia

Mensagem por Apolo em Qui Nov 07, 2013 9:32 pm


Cavaleiros de Héstia
Nome Completo:

Idade:

Progenitor Divino:

O que sabe sobre Héstia?

Porque quer se tornar um cavaleiro?

O que significa família para você?

Narre uma batalha contra dois monstros (não sendo estes Cães Infernais, Ciclopes ou Harpias) no qual você aprende a utilizar o fogo e a deusa Héstia lhe chama para ser um Cavaleiro. (Mínimo 20 linhas)
©Direitos pertencentes ao Percy Jackson Online

------------------------------------- PercyJackson -------------------------------------

Lord Apolo

Deus do Sol Da Música Deus mais hot do Olimpo Irmão gêmeo da linda Temis

@CG Sing by Viic Black
avatar
Apolo
Deuses Maiores
Deuses Maiores

Mensagens : 90
Data de inscrição : 14/10/2013
Idade : 18

Ficha do personagem
Level: Infinito
Energia:
9223372036854775807/99999999999999  (9223372036854775807/99999999999999)
HP:
9999999999999/9223372036854775807  (9999999999999/9223372036854775807)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teste para Cavaleiros de Héstia

Mensagem por Aaron C. Black em Qua Jun 11, 2014 5:36 pm


Héstia Warrior
Fire

Nome Completo:
Aaron Carter Black

Idade:
18 anos

Progenitor Divino:
Apolo

O que sabe sobre Héstia?
Uma deusa cortejada pelos demais, mas que jurou a pelo rio Estige Zeus sua virgindade, sendo assim, a concedeu domínio sobre os lares. Esta Deusa também tem domínio sobre o fogo e família. Embora não seja muito retratada nas histórias mitológicas, a deusa era admirada pelas demais divindades. Fontes: Interneth de Hermes e navegador de Atena.

Porque quer se tornar um cavaleiro?
Além de combinarem com os poderes de Apolo, não vejo outro grupo que ma atraia como os Cavaleiros da deusa dos lares, sendo que esta também é consideradamente pouco popular e reconhecida entre os demais.

O que significa família para você?
Não sei, depende. Família é algo relativo, muitas vezes são reunidas em momentos felizes e tristes. Família é algo muito da parte emocional, parte qual é muito forte. Seria capaz de me sacrificar pela minha família, sem pensar duas vezes.

Batalha:
Maldito momento em que Hades tinha pego os cupcakes de Íris, mas por que diabos ele os queria? Por acaso iria abrir uma confeitaria? E sobrou para ninguém e ninguém menos que Aaron Carter Black ir pegá-los, o que provavelmente não resultaria em uma história muito legal, mas o pior de tudo era ter que ir ao submundo pegar os cupcakes, pelo menos Íris tinha dado ao filho de Apolo a passagem de ida e volta. Já tinha conseguido os cupcakes, Hades sinceramente não tinha uma boa mente para guardar coisas roubadas, talvez esteja precisando de um curso com Hermes. Tudo estava ocorrendo muito bem, quando uma maldita fúria apareceu. O garoto logo pegou seu arco e posicionou uma flecha nele. Respirou fundo, mirou e soltou a corda. No mesmo instante em alta velocidade a flecha saiu em disparada contra a fúria e acertou em uma de suas asas, abrindo um buraco relativamente grande. A monstrenga do submundo se revoltou e foi direto na direção do jovem, que por pouco escapou com apenas alguns arranhões leves na bochecha e nos braços, mas por sorte, nada que o impossibilitasse de continuar usando o arco e flecha. Assim que derrotada depois de muito esforço, por pura falta de consideração submundana - para que não seja colocada em outros termos -, uma empousa o surpreendeu por trás, arranhando-o nas costas e o fazendo tombar no chão. De imediato, a empousa que mais parecia um transexual pulou sobre o garoto, imobilizando seus braços e lambendo o sangue que saía de sua bochecha e escorria pelo resto do rosto. Durante a ação, os olhos do garoto brilharam vermelhos, vermelhos como rubi. - Ei! Você está acostumada com o calor não é mesmo? - Perguntou com um sorriso travesso se formando no rosto- Que bom! - Nem esperou a resposta da criatura do submundo. Como suas pernas estavam livres, o menino as jogou para cima e a inclinou um pouco para frente. Cruzando-as no pescoço da empousa e com um pouco de força a tirou de cima do seu corpo, jogando-a no chão fervente que aos poucos começava a expelir chamas. - Da próxima vez - Pausou e sorriu, pegando a flecha e cravando na terra, através no punho da filha de Nyx, e fez isso também no outro punho e nos tornozelos - Mate. Ou pode virar a caça - Piscou e sorriu novamente. De alguma forma o garoto sentiu que tinha influência nas chamas, por mais que achasse aquilo maluco. Acreditando nisso, tentou fazer com que as chamas aos poucos fizessem um contorno na monstra, queimando-a aos poucos. "Nossa. Prodígio o filho de Apolo". O menino se assustou com a voz feminina que lhe invadia a mente. "Calma. É apenas Héstia. Bem, acho importante saber que foi escolhido, filho de Apolo. Digamos que tenho alguns planos para a sua pessoa.". Quando acordou do transe, o menino estava no chalé de Apolo, na entrada do chalé. Assim que entrou, a deusa menor que havia lhe dado a missão suicida estava lá, com as mãos abertas esperando os cupckaes. Do bolso, o jovem Black retirou apenas restos esfarelados dos bolinhos - Dá próxima vez. Me dá uma caixa metálica que eles voltam inteiros - Soltou um sorriso irônico e mancou até o banheiro.
Armas:

☀ Arco e Aljava Solar: arco de ouro com pequenos sóis entalhados por toda a sua extensão, contém o nome do dono. Muito resistente, nunca se quebra e sua corda jamais arrebenta ou se deteriora [vira um pingente em forma de sol].[Obrigatório]

☀ Aljava contento 20 flechas que possuem a ponta feita em ouro. Rodadas após a última flecha ser disparada a aljava volta a ficar carregada magicamente.[vira uma mochila] [Obrigatório]
Notes: Bláblá  ❥Tagged: Você ❥Words: Blá ❥Wearing: Isto!
thanks weird for

------------------------------------- PercyJackson -------------------------------------

Let me live that fantasy

avatar
Aaron C. Black
Cavaleiros de Héstia
Cavaleiros de Héstia

Mensagens : 33
Data de inscrição : 14/02/2014
Idade : 21
Localização : Chalé de Apolo

Ficha do personagem
Level: 6
Energia:
150/150  (150/150)
HP:
150/150  (150/150)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teste para Cavaleiros de Héstia

Mensagem por Afrodite em Qua Jun 11, 2014 5:57 pm

Avaliação: Aaron Carter Black

Aaron, você seguiu todos os princípios básicos tendo êxito em quesitos essenciais para um bom texto, como organização, coerência, coesão e nenhum erro ortográfico. Sua história foi boa, apesar destas criaturas não serem as mais fáceis de derrotar você mostrou um bom desenvolvimento. Então, concluindo, sua ficha foi ótima e direta, gostei bastante.


Aprovado

------------------------------------- PercyJackson -------------------------------------

avatar
Afrodite
Deuses Maiores
Deuses Maiores

Mensagens : 37
Data de inscrição : 15/02/2014
Idade : 23
Localização : Aqui ^^

Ficha do personagem
Level: 1
Energia:
100/100  (100/100)
HP:
100/100  (100/100)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teste para Cavaleiros de Héstia

Mensagem por Sebastian Verlac Lahey em Sab Jun 14, 2014 4:51 pm



My Immortal
There's just too much that time cannot erase
 


Nome Completo: Sebastian Verlac Lahey

Idade:19

Progenitor Divino: Érebo

O que sabe sobre Héstia? É uma dos deuses filhos de Cronos que ele engoliu, e é a mais linda deusa e menospreza do Olimpo todo. Porque há três deusas virgens, mas Héstia é a única menosprezada pelo fato de que dado seu lugar no Olimpo para Dionísio. Ela é a deusa do fogo, da família e da arquitetura, essa parte do fogo era tão importante, que antigamente tinha de deixar uma fogueira acesa nas casas para celebrar a família que é pela deusa Héstia, ou seja, manter a união família. E em parte, acho que essa concepção da fogueira há ainda hoje porque em acampamentos são feitas fogueiras e mesmo que não sejam famílias de fato, eles se sentam perante o fogo e se sentem mais unidos conversando perante ela.

Porque quer se tornar um cavaleiro? Porque acho a deusa forte, importante servir a ela porque tento manter meus poucos irmãos unidos e juntos e servindo a deusa, acho meu poder em manter a família junta será mais forte e me sentirei mais ativo sobre esse dever familiar. Não sei se a deusa pedirá para ajudar outras famílias, mas tentarei se eu puder a ajudar outras famílias a se unirem, assim como tento manter a minha unida.

O que significa família para você? É o mais importante elemento divino do deuses ou não, porque mesmo que você brigue com a família, você a ajuda independente de quem estivesse errado na briga. Família é o elo mais forte que alguém possa ter, porque namorar ou casar pode se terminar, mas família é pra sempre e há mais espaço para mais um como algum amigo ou esposa/marido, seja o que for. Eu como filho de Érebo sou tachado muitas vezes como mau, embora não seja esse “mau” que quer vingar seu pai, mas tentaria ajudar ele se isso não causasse o fim do mundo como da última vez.

Narre uma batalha contra dois monstros (não sendo estes Cães Infernais, Ciclopes ou Harpias) no qual você aprende a utilizar o fogo e a deusa Héstia lhe chama para ser um Cavaleiro. (Mínimo 20 linhas)

Estava em meu chalé, deitado na cama com as mãos repousando a cabeça no travesseiro, os meus pés cruzados e os olhos fechados sobre o que poderia fazer naquele dia que estava me sentindo estranho como se esperasse algo e achei que fosse normal para semideuses, mas era novo pra mim literalmente. Entram correndo no chalé e me chamam para ajudar um ataque de monstros, passo a mão pelo meu bracelete de espinhos e pelo cabo da minha espada de reclamação, ou melhor, a espada do espectro, pego minha capa e meu escudo negro e saio do chalé seguindo o semideus.

Logo que fechei a porta, percebi o problema, duas fúrias estavam perturbando novatos, eu desembainho minha espada e chamo-as dizendo para pararem de perturbar eles. Elas, naquele momento me assustaram de verdade, porque estavam de costas e ao me ouvir viraram as cabeças como a menina do Exorcista e odiava isso. Dei dois passos pra trás quase subindo de novo os degraus do chalé, mas lutei para me manter firme e prosseguir calmamente para mais perto do campo livre de batalha.

Estava indo para campo aberto e se voasse, seria algo fácil pra elas e poderia usar isso, mas sendo eu duplamente perseguido por Hades não sabia como elas iriam me atacar. Elas fizeram um som estranho como se fosse risada para parecia choque entre duas ligas de metal se forçando entre si. Fiquei em posição de ataque e disseram que não estavam ali por Hades e perguntei porque então logo em seguida. Elas riram e disseram que era por mim e meu histórico que precisava ser debitado alguns erros em mim, dei um sorriso de canto de boca e digo que hoje não porque estava ocupado.

Estava nervoso tentando pensar no que fiz e elas já retomaram a palavra dizendo que eu nem precisava pensar porque elas repetiriam o que fiz no banheiro e depois no corredor com a pobre menina assistente de professor que só queria ajudar, eu me senti nervoso porque realmente não sabia o que houve e talvez tivesse mesmo matado. Acabei sendo desleixado tentando lembrar daquele dia, mas não pude porque uma das fúrias veio na minha direção me dando uma investida.

Ativei minha habilidade de hálito de manhã em uma fúria, mas estranhamente ela ficou com cara de idiota como se meus pensamentos de deixá-la perdida já tivessem afetado ela, e na outra uso controle das sombras pra prendê-la por uns instantes que seriam suficiente para matar a outra. Ativo o poder da minha capa, giro o cabo da minha espada na minha mão direita e corro na direção da fúria distraída com meu pensamento ou algo assim, giro a espada e tento uma estocada nela. Levanto o escudo já girando mais uma vez, uso a espada num corte horizontal na direção da cabeça dela que cai e sai rolando pelo chão.

A outra harpia urra de raiva voa contra mim, mas me abaixo ainda usando a capa e ela me perde graças ao poder da capa e enquanto ela minha me procurando tento me afastar de onde estava. Após um tempo e certa distância começo a levantar e me afastar de pé, mas não vi um galho e na hora a fúria veio pra cima de mim e corro na direção dela também tirando o capuz para me mostrar. Usando a espada num corte alto para cima e escorrego para debaixo da fúria passando direto.

A fúria veio pra cima novamente e tentou me acertar com as garras, mas rolei até ela parar e depois volto dando outra chance de ela me acertar com as garras sem mostrar o escudo e na hora uso a espada numa estocada de curto alcance nela. Sem perder tempo coloco meu cotovelo esquerdo no chão e com a mão atirei fogo na fúria que não sabia de onde tinha vindo ele, mas sem pensar muito já enfio mais a espada nela para matá-la de vez e portanto terminar esse ataque surpresa de fúrias.

Levantei-me cansado e suado, agradeci alguns que vieram me cumprimentar e retorno para o chalé para um banho. Passei a luta toda me sentindo nervoso sobre o que fiz na escola, sendo que foi uma reação quando me irritava muito e não ocasional nem o que fiz com os meninos e nem com a garota e pensei um pouco se ela estaria bem pelas penas daquele ataque e fiquei incerto porque os garotos eu sabia que estavam vivos, mas ela não.

Antes de poder continuar na auto-punição sobre meu passado uma jovem garota de uns nove ou dez anos se aproxima e diz que lutei bem, principalmente com o uso do fogo que ela me concedeu na hora certa. Eu questionei sobre quem ela era e porque me ajudou, ela se apresentou como a deusa Héstia, eu estranhei porque uma deusa do fogo familiar me ajudaria numa luta, ela sorriu e disse que sabia como eu prezava os valores familiares e que eu podia virar um cavaleiro dela se eu continuasse com esse pensamento de família.

Armas Usadas:
✷Espada do Espectro: espada com aparência envelhecida, feita de bronze celestial negro. Quando mata o inimigo faz seu corpo virar cinzas. [Classe Livre]

✷Bracelete de Espinhos: faz um tipo de arame farpado sair dele e se estender por até metros. [Classe Livre]

✷Escudo Negro - Escudo feito do ferro negro. Em sua superfície diamantes foram aplicados, parecendo uma noite estrelada. Leve e poderoso. [Classe Livre]

Poderes:
Nível 01
• Controle das Sombras - É capaz de controlar as sombras ao redor, podendo concentrá-las e espalhá-las como quiser. É possível solidificar, podendo usá-las para arremessar contra inimigos e objetos.

Level 5: Hipnose: Seu inimigo pode ser hipnotizado pelo poder de sua voz e de seus pensamentos. O inimigo tem que ter perdido pelo menos 5 de energia para que se use esse poder.


COM: Alguém ONDE: Aqui VESTINDO: Isso POST: 000

@Lilah

------------------------------------- PercyJackson -------------------------------------

Sebastian Verlac Lahey
your worst nightmare


thanks thay vengeance @ cupcake graphics
avatar
Sebastian Verlac Lahey
Monitores
Monitores

Mensagens : 54
Data de inscrição : 02/12/2013
Idade : 22

Ficha do personagem
Level: 16
Energia:
250/250  (250/250)
HP:
250/250  (250/250)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teste para Cavaleiros de Héstia

Mensagem por Circe em Seg Jun 16, 2014 10:45 pm

Fúrias? Harpias? Decida-se, em uma seu teste é desconsiderado, na outra terá que explicar melhor o que elas estavam fazendo ali. Seu teste está confuso e há muitas coisas que parecem estar fora do lugar, precisa melhorar sua narrativa, se precisar de ajuda com isso me procure por mp. Quanto as respostas das perguntas, aconselho a pensar melhor sobre elas e refazer.

Reprovado

------------------------------------- PercyJackson -------------------------------------



Circe
"Gostosuras ou travessuras?"
avatar
Circe
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 109
Data de inscrição : 15/02/2014
Idade : 21

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teste para Cavaleiros de Héstia

Mensagem por Sebastian Verlac Lahey em Sex Jun 20, 2014 3:53 am


"A felicidade pode ser encontrada mesmo nas horas mais difíceis,...
Bolo de Chocolate ♣ Vodka ♣ Uma Companhia Inexperada

 
 
 


The truth is so cold



Nome Completo: Sebastian Verlac Lahey

Idade: 19

Progenitor Divino: Érebo

O que sabe sobre Héstia?

É uma das deusas dos filhos de Cronos que ele engoliu, é a mais nova entre as três deusas engolidas (Hera e Deméter) e depois dela veio os famosos Três Grandes. Ela era cortejada por Poseidon e Apolo, mas jurou virgindade, ou que será virgem pra sempre e com isso Zeus deu o privilégio de ser venerada em todos os lares e estar presente em todos os sacrifícios. Ela é a deusa do lar e dos laços familiares, tanto é que sua chama sagrada continuava acesa nos lares e templos, onde as tribos se reuniam e inclusive no acampamento, essa tradição se mantém de fazer uma reunião e acender o fogo para a deusa Héstia. Li durante uma pesquisa a fundo sobre o fogo da deusa, porque depois de Prometeu eu não sabia muita coisa, mas diz que esse fogo sagrado que tinha nos lares e templos deveria ser conseguido direto do sol, mas não achei como e aparentemente eles mantinham essa tradição a risca porque não achei nada que dissesse contra isso.

Porque quer se tornar um cavaleiro?

Porque acho uma deusa importante para se servir, além dela ser a deusa da família é a melhor opção pra mim mediante os grupos do fórum. Gostei da deusa em O Último Olimpiano e gostei de achar um grupo dela que meninos possam entrar, porque não é comum de se ver em fóruns, então quero experiente ser um cavaleiro dessa deusa que possuí uma história bem interessante.  

O que significa família para você?

É importante porque se juntam em comemorações, brigam ou discutem quando se juntam, mas a união anual é importante porque os mantém unidos porque é sua história. Não sei explicar tão bem assim pelo meu personagem não ter tido boas experiências porque perdeu quem cuidava dele, e mesmo as famílias sendo fortes independente da quantidade de seus membros, sei que faria tudo pela minha família.

Narre uma batalha contra dois monstros (não sendo estes Cães Infernais, Ciclopes ou Harpias) no qual você aprende a utilizar o fogo e a deusa Héstia lhe chama para ser um Cavaleiro. (Mínimo 20 linhas)

Estava sentado no sofá da sala do chalé de Érebo lendo O Festim dos Corvos, vestia uma calça jeans preta com a parte das coxas mais clara, uma blusa castanho borgonha com uma gola mais aberta pelos botões que estava dois abertos e três fechados. Meus coturnos estavam desamarrados nos meus pés enquanto me distraia imaginando as cenas do livro, mas sou interrompido pela minha irmã Julie que chega aos gritos, lágrimas e aquelas falas apressadas.

Eu pedi calma a ela e a mesma me explica que nosso irmão mais novo Cale foi levado por uma Dracaenae para a floresta. Houve um ataque de algumas delas, Cale acho que podia enfrentar a remanescente sozinho, mas ela o desarmou e quando falei que você a mataria, ela gargalhou e o levou para a floresta esperando você. Revirei os olhos porque ser conselheiros com irmãos mais novos às vezes é cansativo, porque me usar pra resolver problemas deles é quase monótono.

Fechei o livro marcando a página que parei, amarrei os cadarços e peguei minha capa colocando ela, por fim verifiquei minhas armas e sai do chalé rumo à floresta para achar meu irmão sequestrado. Apressei o passo saindo da formação de chalé e quando diminuiu a movimentação de semideuses, corri rumo à floresta colocando o capuz da capa para ativar sua habilidade enquanto ia atrás do meu irmão.

Após alguns minutos correndo com minha capa branca me deixando invisível, intangível e sem cheiro, acabei achando um sapato que reconheci do meu irmão pelo desenho lateral que ele costuma fazer, me preocupei com o estado dele e torno a correr ficando mais desesperado ainda para encontrá-lo. Comecei a ouvir uns gritos me tranquilizando um pouco sabendo que ele estava vivo, mas ouvi o som do que me pareceu um golpe pelo barulho de estalo e algo caindo sobre as folhas da floresta e tornei a me preocupar se fora nele e se ele estava ferido.

Finalmente encontrei dele e tirei meu capuz, ele estava deitado encostado numa raiz de árvore, tinha sangue no canto da boca e na cabeça, me deixando com uma raiva daquela dracaenae surpresa a me ver. Eu a olhei fuzilando com meu olhar de raiva tentei andar até ela, mas cai de cara no chão como se estivesse com os pés dormentes e presos. Enquanto caia, me virei girando meu corpo e percebendo ser um basilisco aos meus pés, tentei tirar minha espada da bainha, mas o fim da cauda dele bateu em minhas mãos e as tirei do cabo da espada.

Mirei no corpo do basilisco lançando meu arame do bracelete de espinhos, mas se enrolar nele e apertar até me soltar, mas ele me apertava mais ainda. Não tinha ideias mais porque a dor do aperto parecia me deixar sem raciocínio, me deixando apenas socando aquele corpo escamoso e tentando empurrá-lo de mim. Alguma coisa muito estranha aconteceu nesse momento, enquanto tocava no corpo do basilisco para afastá-lo de mim, senti minhas mãos quentes e de alguma forma transmitindo alguma coisa porque em seguida percebi a pele do monstro se avermelhando onde minha mão tava e envolta dela.

Assustei-me com o ocorrido ali, porque de fato o monstro não gosto e começou a guinchar de dor se desenrolando de mim, mas sem dar tempo pra ele já me movi para o lado direito ficando de quatro. Fico de joelhos desembainhando minha espada e na hora que o basilisco se virou para me atacar novamente pela raiva das queimaduras, movo a espada num corte horizontal cortando a cabeça do monstro e fazendo o mesmo se desfazer em pó.

Virei-me para encarar a dracaenae, mas apenas vi o vulto da rede e percebendo minha prisão momentânea, mas tentei novamente usar aquele poder de fogo de antes, toquei na rede pensando como antes de olhos fechados tentando ser o mais realista possível. Abri os olhos depois de uns segundo e uma parte da rede fora queimada, fiquei surpreso novamente e iria treinar esse poder novo mais tarde, puxei a rede para os lados para eu poder passar e sai de dentro dela procurando o monstro para eu matar logo.

Percebi ela com a feição mais de assustada do que assustadora e enquanto via meu irmão começando a se mexer, lanço meu arame do bracelete na direção do pescoço dela, rapidamente envolveu-se e ela tentou se soltar apertando com as mãos o arame enquanto a puxava para mim. Quando ela fica aos meus pés, piso no peito dela e uso a espada do espectro para decapitá-la de uma vez só sem prolongar mais a luta e o sofrimento dela.

Corri para meu irmão verificando seus ferimentos na boca e na testa e tentando acordá-lo com uns tapas de leve no rosto. A espada estava do meu lado porque peguei meu irmão no meu colo enquanto estava ajoelhado tentando verificar seu estado após o ocorrido. Uma voz feminina e jovem fala que ele ficará bem, eu tento pegar a espada esperando ser outro monstro para eu matar enquanto me virava, mas me surpreendo ao ver uma garotinha.

A garotinha tinha uma toga branca e uma coroa de galhos marrons brilhantes, ela sorriu e disse que eu estava de parabéns por me preocupar com meu irmão. Eu sorri sem graça dizendo que mesmo imprudente era meu irmão mais novo, ela se aproximou entregando minha espada perguntando se eu gostaria de ser um dos cavaleiros dela. Eu a olhei de cima abaixo e perguntei quem era ela, ela sorriu dizendo que pelo assunto era meio óbvio de que era a deusa Héstia, eu pedi desculpas e ela fala que estava tudo bem, mas tornou a perguntar sobre os cavaleiros e se eu gostaria de ser um deles.


..., se você lembrar de acender uma luz."
Bluee @ Cupcake Graphics

Armas:
✷Espada do Espectro: espada com aparência envelhecida, feita de bronze celestial negro. Quando mata o inimigo faz seu corpo virar cinzas. [Classe Livre]

✷Bracelete de Espinhos: faz um tipo de arame farpado sair dele e se estender por até metros. [Classe Livre]

• Capa Branca - Pode ficar invisível, intangível e sem cheiro.[Classe Livre]

------------------------------------- PercyJackson -------------------------------------

Sebastian Verlac Lahey
your worst nightmare


thanks thay vengeance @ cupcake graphics
avatar
Sebastian Verlac Lahey
Monitores
Monitores

Mensagens : 54
Data de inscrição : 02/12/2013
Idade : 22

Ficha do personagem
Level: 16
Energia:
250/250  (250/250)
HP:
250/250  (250/250)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teste para Cavaleiros de Héstia

Mensagem por Circe em Sex Jun 20, 2014 6:34 am

Melhorou bastante, embora ainda tenha umas coisas na narração que pode acertar depois, mas parabéns. Eu só não gostei da resposta de uma das perguntas, quanto a ela te digo uma coisa:




Aprovado

------------------------------------- PercyJackson -------------------------------------



Circe
"Gostosuras ou travessuras?"
avatar
Circe
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 109
Data de inscrição : 15/02/2014
Idade : 21

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teste para Cavaleiros de Héstia

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum